Blog do Marcial Lima - Voz e Vez: Marcial Lima condecora ex-combatentes com medalhas no quartel do 24º BIS

quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

Marcial Lima condecora ex-combatentes com medalhas no quartel do 24º BIS

Uma formatura matinal, aglutinando o grosso da tropa, marcou na manhã desta quarta-feira (27), no quartel do 24º BIS, a solenidade em que o vereador Marcial Lima (PEN),condecorou, com a medalha Simão Estácio da Silveira, os ex-combatentes Simão Pereira, Ancelmo Alves e Bernardo Nascimento, únicos integrantes de um contingente de 145 militares maranhenses que compuseram a Força Expedicionária Brasileira (FEB) na campanha da Itália, durante a Segunda Guerra Mundial, que ainda estão vivos.

Aos 96 anos, os três ainda estão lúcidos e contam com detalhes como foi a campanha. O comandante do 24º BIS, coronel Marcus Vinícius, disse, em seu pronunciamento, que os três ex-combatentes representam a bravura e a coragem de um povo e que são considerados como verdadeiros heróis, uma vez que lutaram contra o Nazismo, regime implantado por Adolf Hitler e que originou no mais sangrento conflito da história da humanidade.

Por seu turno, Marcial Lima destacou que os três ex-pracinha são autênticos heróis e que merecem o reconhecimento de um povo. “A Câmara reconhece a coragem e o heroísmo de três personagens que fazem parte da história mundial. Foram atores de um período macabro, lutaram contra um sistema que ia de encontro à democracia, sobreviveram às tormentas e às incertezas de uma guerra. São, portanto, personalidades do mundo, e estamos aqui para render a nossa justa homenagem”, destacou o vereador.

A professora universitária Dilecy Adler se emocionou e foi às lágrimas, ao lembrar do pai, Francisco Alder  (já falecido), que também esteve no teatro de operações da Segunda Guerra Mundial, integrando o grupo de pracinhas maranhenses.

“Somos filhos do pós-guerra. Foi um período muito duro, uma época que jamais poderemos esquecer e estes homens que estiveram no front são heróis do mundo, e jamais podem ser esquecidos”, assinalou, após ler um poema.

(Informações de Djalma Rodrigues, jornal “Atos e Fatos)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Opine! Mas seja coerente com suas próprias ideias.