Blog do Marcial Lima - Voz e Vez: 2ª Vara de Coroatá realiza sessão de julgamento pelo Tribunal do Júri

sábado, 20 de outubro de 2018

2ª Vara de Coroatá realiza sessão de julgamento pelo Tribunal do Júri

A 2ª Vara da Comarca de Coroatá realizou uma sessão do Tribunal do Júri na última quinta-feira (18), com o julgamento de Edsoneres Alves Araújo, conhecido como Paredão ou Som, acusado de homicídio qualificado mediante emboscada contra um homem. O Conselho de Sentença, presidido pelo juiz Francisco Ferreira de Lima, titular da unidade judicial, decidiu pela absolvição do acusado da prática do crime.

Consta, na denúncia ministerial, que, no dia 20 de agosto de 2011, no Povoado Vai Quem Quer, em Coroatá, Edsoneres Alves Araújo e Alexandro Leite (foragido) teriam surpreendido a vítima, mediante emboscada, desferindo quatro tiros, dos quais dois o atingiram mortalmente. Na data, antes de sofrer o atentado, o homem ingeriu bebida alcoólica no Bar do Seu Valter, sendo seguido após sua saída daquele estabelecimento.

“Conforme apurado nas investigações da polícia, o motivo do crime seria o fato da vítima ter estuprado a esposa do denunciado Alexandre Leite, no ano de 2005, quando o mesmo cumpria a pena em presídio estadual”, narra o MP-MA.

Durante o julgamento, Edsoneres negou a autoria do crime, atribuindo o fato criminoso a Alexandre Leite, que se encontra foragido até o momento, com mandado de prisão aguardando o cumprimento pelas autoridades policiais.

Além do magistrado Francisco Lima e dos sete jurados do Conselho de Sentença, atuaram, pela acusação, o promotor de Justiça Luís Samarone de Carvalho; e, pela defesa, o advogado André Farias Pereira.

(Informações do TJ-MA)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Opine! Mas seja coerente com suas próprias ideias.