quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Quase 1,8 milhão de eleitores faltosos podem ter o título cancelado

De acordo com a legislação eleitoral, 1.782.035 eleitores brasileiros que não votaram e não justificaram a ausência nas três últimas eleições podem ter o seu título de eleitor cancelado. Desse total, 34.050 são brasileiros que votam no exterior. Para regularizar a situação, esses cidadãos devem comparecer ao cartório eleitoral no período de 2 de março a 4 de maio portando documento oficial com foto, título eleitoral e comprovantes de votação, de justificativa eleitoral e de recolhimento ou dispensa de recolhimento de multa.

No Maranhão, o total de eleitores nesta condição é de 55 mil 778, sendo que em São Luís e mais 8 municípios que passaram pelo recadastramento biométrico em 2013 e 2014 não existem eleitores passíveis de terem seus títulos cancelados. 

A partir desta quarta-feira, 25 de fevereiro, a relação das inscrições passíveis de cancelamento ficará disponível nos cartórios eleitorais para consulta pelos interessados, podendo sofrer pequenas alterações por conta de revisão dos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs). O eleitor também pode verificar se o seu documento está sujeito ao cancelamento no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), na coluna “Serviços ao eleitor”, no link “Situação eleitoral”.  

A Justiça Eleitoral ressalta que não será expedido qualquer tipo de notificação ao eleitor, seja de forma impressa (correspondência) ou eletrônica (e-mail), sobre a situação do título. O não comparecimento ao cartório eleitoral para comprovação do exercício do voto, da justificativa de ausência ou do pagamento das multas correspondentes implicará o cancelamento automático do título de eleitor, que será efetivado de 19 a 21 de maio.

Se um eleitor deixou de votar no primeiro e no segundo turno de uma mesma eleição, serão contadas duas eleições para efeito de cancelamento. Além disso, poderão ser computadas faltas às eleições municipais, eleições suplementares e referendos. Apenas não serão contabilizadas as eleições que tiverem sido anuladas por determinação da Justiça. 

Os eleitores no exercício do voto facultativo – menores de 18 anos, maiores de 70 anos e os analfabetos – não serão identificados nas relações de faltosos. As pessoas com deficiência para as quais o cumprimento das obrigações eleitorais seja impossível ou extremamente oneroso também não terão o título cancelado.

Consequências

Quem não regularizar a situação do título eleitoral a tempo de evitar o cancelamento do registro poderá ser impedido de obter passaporte ou carteira de identidade, receber salários de função ou emprego público e obter certos tipos de empréstimos e inscrição.

A irregularidade também pode gerar dificuldades para investidura e nomeação em concurso público, renovação de matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo e obtenção de certidão de quitação eleitoral ou qualquer documento perante repartições diplomáticas a que estiver subordinado.

Eleições anteriores

A atualização cadastral ocorre sempre em ano não eleitoral. Em 2013, um total de 1.354.067 eleitores tiveram seus títulos cancelados por não terem votado nem justificado a ausência nas três últimas eleições realizadas até 2012. Em 2011, foram cancelados 1.395.334 títulos. Em 2009, esse total foi de 551.456, isso para os eleitores que completaram, nas eleições municipais de 2008, três eleições sem votar ou justificar a ausência. Em 2007, 1.640.317 documentos foram cancelados.

Fonte: TSE, com edição

Só falta funcionar

Já são dois meses de espera pelo funcionamento da Maternidade Nossa Senhora da Penha no bairro do Anjo da Guarda em São Luís. Por meio de uma parceria do Centro Comunitário Católico e o Governo do Estado, a unidade de saúde, foi totalmente recuperada.


Segundo informações, o Governo do Maranhão investiu um milhão de reais na recuperação do prédio e na compra de equipamentos. No dia 23 de dezembro de 2014, o Ex-secretário de Saúde do Estado, Ricardo Murad, durante solenidade fez a entrega da nova estrutura.


Só que até agora nada funcionou na Unidade de Saúde que tem 28 leitos e cinco consultórios. Mesmo sem atendimento, todos equipamentos que foram comprados pelo Estado estão no hospital mantido de forma filantrópica pelo Centro Comunitário Católico do Anjo da Guarda.

Os representantes da entidade afirmam que não tem condições de bancar o funcionamento da Maternidade, precisam manter parceria com o Governo do Maranhão para garantir o atendimento.

O certo que é preocupante toda esta situação. Quando funcionou plenamente no passado a Nossa Senhora da Penha, atendia por mês cerca de 300 gestantes. Tinha uma  mêdia  mensal de 80 partos.

Se funcionar com seriedade e uma grande administração, será de grande utilidade para São Luís, o funcionamento pleno da Maternidade Nossa Senhora da Penha.

Arrombadores de automóveis agem com facilidade na ilha

Está passando da hora da Secretaria de Segurança Pública do Maranhão, prender uma quadrilha de arrombadores de automóveis que atua entre o Bequimão e o bairro da Cohama. O grupo age de carro e com muita rapidez. O numero de vitímas cresce e é quase parado o trabalho de investigação das polícias.  

Vamos repercutir aqui no Blog o que uma vitima repassou por meio das redes sociais sobre uma nova ação da quadrilha na Cohama. Pelo que escreveu, parte da polícia não tá nem aí para um problema sério que merece o respeito das autoridades. Sem corte, vamos republicar o texto divulgado na internet. Leia..
                  Nota
"Ontem por volta 7h da manhã, após estacionar o meu carro ao lado da Igreja Católica da Cohama, próximo ao Tin-Tin/Dom Pedro, enquanto fui deixar o meu filho Jorge Gabriel na sala de aula, em cinco minutinhos, um bandido destravou o meu carro e levou a mochila com o computador da Vale e a minha carteira com documentos, cartões de créditos e noventa reais. Na delegacia do Vinhais onde registrei a queixa para tirar o BO, os escrivães que ali trabalham, tiraram onda com S minha cara, comentando entre eles que mais um zé mané tinha sido furtado nas imediações do Colégio Dom Pedro. Ou seja, eles já sabem que se trata de um marginal que fica dentro de um celta preto estacionado no mesmo local onde os pais estacionam seus carros para deixar seus filhos dentro do colégio, e nesse intervalo, destrava o carro com um dispositivo, no mesmo instante que a pessoa trava o carro, sem que a pessoa note nada. E disseram ainda, que quando o tal bandido não consegue destravar o carro, quebra o pára-brisa ou vidros laterais com uma pedra embrulhado numa espuma, para abafar o barulho, e com luvas, em questões de minutos pratica o furto. E o de pior tudo, após ouvir o relato dos escrivões, perguntei porque a polícia ainda não havia prendido o marginal, e eles falarem sorrindo na maior cara de pau que não podem fazerem nada, pois atualmente só existe uma viatura para dar cobertura na região que envolve os bairros da COHAMA, VINHAIS, FIALHO, COHAJOLI, COHASERMA e tudo que COHA na região. Já pensaram nisso? Estamos "F" meus amigos. Ainda mais, de posse do BO, fui no colégio do meu filho (Tin-TIn) avisar o furto afim de evitar que outros pais caia nessa, ouvi da coordenadora do colégio, que este tipo de queixa tem sido recorrente nos últimos dias, e que a minha sorte e do meu filhos, foi não termos sofrido nenhuma agressão física ou qualquer coisa pior. Mais iria rezar por nós, por nós somos gente boa. Ou seja, ela também já sabe do problema, porém tranquilizou-me ao falar que iria solicitar apoio da polícia e da direção do colégio na colocação de câmaras de filmagem no estacionamento. Em seguida, iria emitir nota avisando aos pais dos alunos, para não estacionarem seus carros naquele local, até a solução definitiva do problema. Foi isso..."

O setor precisa adotar uma atitude para prender este bando que atua com muita facilidade.

SÃO JOSÉ DE RIBAMAR - MPMA requer indisponibilidade de bens de ex-prefeito

Ação, baseada em convênio irregular de R$ 5 milhões, também inclui empresário e funcionários da Prefeitura de Ribamar e da Sinfra

mini mini mini mini mini PJ S J Ribamar reduzA 1ª Promotoria de Justiça Cível da Comarca de São José de Ribamar requereu, em Ação Civil Pública, datada de 23 de fevereiro, a decretação da indisponibilidade liminar dos bens do ex-prefeito de São José de Ribamar, Luís Fernando Moura Silva, e do empresário João Luciano Luna Coêlho e de sua empresa, Ires Engenharia, Comércio e Representação LTDA.

A ação, subscrita pela promotora de justiça Elisabeth Albuquerque Mendonça, também tem como réus o ex-secretário de Obras, Habitação e Serviços Públicos de São José de Ribamar, Antonio José Costa; a assessora jurídica da Sinfra, Darclay Burlamaqui, e os funcionários municipais Freud Norton Santos, Geraldo Araújo Júnior e Gissele Baluz.

A manifestação é baseada em auditoria do Tribunal de Contas do Estado (TCE-MA), que detectou irregularidades na realização do Convênio nº 025/2010, firmado entre a Prefeitura de São José de Ribamar e a Sinfra, para realização de serviços de pavimentação, drenagem e urbanização, no valor de R$ 5 milhões.

De acordo com a promotora, as investigações apontaram o direcionamento do objeto da licitação para favorecimento da empresa Ires Engenharia, Comércio Ltda. Além disso, as apurações verificaram que os serviços executados pela empresa corresponderam a somente 39% do valor do contrato do convênio, cuja assinatura não foi informada à Câmara Municipal pelo ex-prefeito Luís Fernando Silva.

Entre as 21 ilegalidades observadas estão a ausência de pesquisa de preços anterior ao edital da licitação, que só foi publicado no jornal "A tarde", contrariando a legislação, que determina a publicação em jornal de grande circulação.

Também foi verificada a publicação do empenho em data posterior (1º de julho de 2010) à data do contrato, assinada em 23 de junho de 2010.

Outra irregularidade observada foi a não publicação do instrumento de contrato na imprensa oficial. A publicação foi realizada mais de três meses após a assinatura do contrato, no Jornal dos Municípios e não no Diário Oficial do Estado do Maranhão, como determina a legislação.

PEDIDOS

Além da determinação da indisponibilidade dos bens dos réus, até o limite de R$ 5.777.823,63, que corresponde ao valor do convênio assinado, acrescido do valor a ser transferido pela Prefeitura de São José de Ribamar, o MPMA requer que o Poder Judiciário os condene à perda de eventuais funções públicas, à suspensão dos direitos políticos por até cinco anos e ao pagamento de multa.

Redação: CCOM-MPMA

 

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Mais um ranking ruim

O Maranhão continua liderando o ranking de interdições de rodovias federais em todo o Brasil. No município de  Itapecuru na BR-222,  km 217, região do Baixo Parnaiba,  moradores comandaram na quarta-feira(25 de fevereiro), uma manifestação com bloqueio da estrada.


Tudo para reivindicar a instalação de redutores de velocidade no trecho.. Os  manifestantes reclamam que é grande o número de acidentes no local.


A estrada só foi liberada às 19:15h, equipes do Núcleo de Operações Especiais e da Unidade Operacional  de Pedrinhas estiveram negociando com os manifestantes. 

"Bin Laden" na prisão com pé de maconha

Depois de várias reclamações dos vizinhos, policiais do 5º DP do bairro Anjo da Guarda, localizaram no quintal de uma casa na Vila Mauro Fecury, região do itaqui-bacanga, um pé de maconha de aproximadamente três metros.


O cultivo da "planta" vinha sendo feito por Osmar do Nascimento Santiago, 56 anos, conhecido como "Bin Laden", que foi preso e apresentado na Delegacia do bairro.


"Bin Laden" assumiu que é  usuário de maconha, gosta de fumar principalmente durante a noite. Os vizinhos reclamam do odor que exala no local. Walter Wanderley, Delegado Titular do 5º DP, disse "que várias pessoas telefonaram para o DP, reclamando do alto consumo de maconha na casa do "Bin Laden".


O pé de maconha foi encaminhado para o ICRIM. O suspeito vai responder em liberdade.

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Ribamar e Paço: PSTU reclama de tarifas de água e esgoto

Partido propõe que órgão intervenha congelando tarifas e investigue doação de bens públicos feita pela CAEMA

Nesta segunda-feira (23), o Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado (PSTU) entrou com representação no Ministério Público para questionar o aumento das tarifas do serviço de água e esgoto nas cidades de São José de Ribamar, Paço do Lumiar.

Em março do ano passado, em um processo bastante suspeito, as prefeituras das duas cidades rescindiram o contrato de abastecimento de água e esgoto com a CAEMA e depois concederam os serviços à empresa Odebrecht pelo prazo de 35 anos.

Nem bem assumiu em janeiro deste ano, a Odebrecht reajustou as tarifas para os consumidores das duas cidades sem justificativa em percentuais que variam de 38,88% a 92,11% conforme faixa de consumo. O pior é que todos os equipamentos para operação do sistema foram doados pela CAEMA sem nenhum tipo de indenização, o que também é questionado pelo Partido em outra representação feita ao Ministério Público.

O PSTU repudia a entrega dos serviços de água e esgoto às empresas privadas e defende mais investimentos na CAEMA para garantir saneamento básico a todos os maranhenses. Fonte: PSTU.

Índios protestam em São Luís

Os índios fizeram um ritual em frente ao Palácio dos leões. Os manifestantes tentam um audiência com o Governo do Estado. Transporte escolar e melhorias das instituições de ensino espalhadas pelas aldeias são algumas das reivindicações.



Nesta quarta-feira(25 de fevereiro), os indígenas, a maioria da região de Grajaú, planejam realizar um protesto em frente à Secretaria de Educação do Estado no bairro do Monte Castelo em São Luís.



Pintados, os índios permaneceram na Praça Pedro II, Centro Histórico da capital maranhense durante toda a tarde.
Pessoas que passavam no local por meio de fotografias registraram o protesto dos Guajajaras.

Preso faz careta para Delegado

Wadison  Silva de Souza, preso pela prática de  arrombamento na região do Anjo do Guarda, foi levado para o 5º DP.


Quando chegou na Delegacia que viu o Delegado Walter Wanderley, foi flagrado fazendo uma careta. O preso teria se assustado quando olhou o titular do DP, autoridade que mais prende bandidos na região metropolitana.

Wadison arrombou uma Igreja Evangélica, preso em flagrante foi autuado e já está no Centro de Triagem de Pedrinhas. Segundo o Delegado, "vai fazer careta agora em uma das unidades prisionais de São Luís.

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

JEMs 2015: prazo de adesão encerra no dia 13 de março

Escolas e municípios do Maranhão têm até o dia 13 de março para aderirem à 43ª edição dos Jogos Escolares Maranhenses (JEMs). O termo de adesão, o regulamento e o calendário oficial dos jogos já estão disponíveis na página da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Sedel). Até o dia 31 de março serão recebidas propostas para sediar as etapas regionais dos JEMs 2015.

Neste ano de 2015, a proposta do Governo do Estado é elevar significativamente a participação dos municípios nos jogos, além de aumentar o número de etapas regionais e melhorar as condições de alojamento e alimentação dos estudantes.

As instituições da rede pública e privada e os municípios interessados em participar dos JEMs 2015 têm até as 19h do dia 13 de março para entregar o termo de adesão na Sedel (Travessa Guaxenduba, n° 100, Bairro Outeiro da Cruz – Complexo Esportivo, em São Luís). O regulamento dos jogos estabelece que os alunos inscritos nas modalidades, naipes e provas da competição devem estar matriculados na instituição de ensino até o dia 27 de marco de 2015 e cursando regularmente as aulas, para disputarem os jogos.

A primeira seletiva dos Jogos Escolares Maranhenses ocorrerá em abril, com as disputas da etapa metropolitana/municipal, que termina no mês de maio. Em seguida, serão realizadas as etapas regionais (de 1º a 29 de julho). A etapa estadual dos JEMs 2015 será realizada entre os dias 30 de julho e 1º de outubro, em São Luís, com disputas das categorias infantil (12 a 14 anos) e infanto (15 a 17 anos). De acordo com a Sedel, as Paraolimpíadas Escolares (ParaJEMs) serão realizadas de 11 a 30 de setembro.

Além de estimular a prática do esporte em todo o estado, os JEMs servem como etapa classificatória para os Jogos Escolares da Juventude. Na página da Sedel, na internet, estão disponíveis outras informações como o caderno de encargos da etapa regional dos jogos escolares e modelos de ficha, além de termos de responsabilidade. Dúvidas sobre os jogos poderão ser respondidas pela Secretaria Geral dos JEMs, no telefone (98) 2109-5939.
Fonte: ASCOM/Sedel

Insegurança na igreja

Usuários de drogas invadem igreja na Cohab e causam preocupação

Por meio de nota  divulgada pela Pastoral da Comunicação, a Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro do bairro da Cohab, confirma o que o Blog já tinha informado.  Leia na integra o que foi dito na nota da Igreja. " O  recém construído palco da Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, na Cohab, era para ser um sonho aos fiéis, mas aos poucos tem se tornado um pesadelo. O motivo são os usuários de drogas que tem ocupado o largo da igreja matriz e utilizado o local como abrigo, há cerca de sete meses, para dormirem; cozinharem; fazerem suas necessidades fisiológicas e terem relações sexuais. 

Como as relações acontecem explicitamente a qualquer hora do dia, inclusive quando fiéis chegam para participarem das missas, o ocorrido vem trazendo preocupação e insegurança aos paroquianos que frequentam o templo e a secretaria paroquialA Comunidade Paroquial está se mobilizando para buscar uma solução para este que é um desafio social, mas que compete à igreja lançar luzes sobre essa realidade, visto que os envolvidos são também filhos de Deus e precisam ser ajudados. O pároco da Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, frei Domingos Marques, explica como a instituição religiosatem enfrentado o problema.

A Campanha da Fraternidade deste ano nos impele, como igreja, a que nos sintamos ‘incomodados’ com os desafios que nos são apresentados pela sociedade do descartável, que sofre com a superpopulação urbana e tantas outramazelas dela decorrentes. Um deles é a situação de tantos dependentes de drogas que vêm, normalmente, de famílias desestruturadas. Por isso, da nossa parte, nos cabe enfrentar o desafio com um olhar cristão, não somente de cidadãos que estão se sentindo lesados em seus direitos. Isto nos faz procurar outra forma de agir diferente, que leve em conta a realidade daqueles que estão ocupando o palco e o largo da matriz, ou seja, não podemos apenas desejar e buscar nos livrar do problema como fazem outras instituições ou empresas”, esclareceu frei Domingos Marques.

A aglutinação cada vez maior de usuários tem mobilizado a comunidade e os paroquianos para evitar que o local se torne mais uma “cracolândia” da cidade. O casal de coordenadores da matriz, João e Antônia Nascimento explicam porque a situação precisa de um olhar atencioso. “Como cristãos nos compadecemos com a situação dos moradores de rua e usuários de drogas. Contudo, uma medida enérgica precisa ser tomada pelas autoridades, pois estamos temerosos pela segurança dos paroquianos, dos funcionários da igreja e pelo dano causado ao patrimônio, afinal a construção do palco foi fruto de um trabalho árduo da comunidade como um todo. É um problema social que temos que enfrentar, mas estamos ficando de mãos atadas sem o auxílio das autoridades”.

 

Funcionário de igreja é ameaçado na Cohab em São Luís

Não  é fácil resolver um problema que só cresce na comunidade da Cohab em São Luís. Padres, fiéis e funcionários  da Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, não sabem mais a quem recorrer. O problema é tão sério e preocupante que foi comentado na missa  mais movimentada da Igreja.
Até um funcionário já foi ameaçado.

Usuários de drogas de várias partes de São Luís e até de outras cidades, resolveram ocupar de vez,  o pátio central da igreja. Até um palco construído recentemente pela comunidade católica , serve de abrigo, com espaço já ocupado.

No local como é dito no popular "rola de tudo". Na missa das 17h de domingo, o Pároco da Cohab, disse que "um funcionário da Paróquia flagrou um casal fazendo sexo na frente da Igreja por volta das 9:30 da manhã, antes da missa em horário movimentado".

"Ninguém pode reclamar, aqui já teve assassinato, se alguém fala alguma coisa é ameaçado", acrescenta Frei Domingos, Pároco da Igreja Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. O Padre disse que nos próximos dias, será realizada uma reunião  da comunidade para discutir o assunto.

Policiais Militares que trabalham no bairro da Cohab, falam que é um problema social, nada pode ser feito pela PM. fiéis se sentem ameaçados, os usuários de drogas estão transformando o local numa verdadeira cracolândia.  A área já foi cercada para garantir uma melhor segurança no estacionamento e para as pessoas que acompanham as celebrações.

"Teremos que descobrir um saída para este problema grave que afeta diretamente a porta da nossa paróquia", finalizou o Padre.


Fim do silêncio

O silêncio dos diretores do Sindicato dos Revendores de Combustíveis do Maranhão, foi quebrado nesse domingo(22 de fevereiro). Em entrevista ao programa Domingo Mirante da Rádio Mirante AM de São Luís, Orlando Santos, Presidente da Entidade e o Diretor Ricardo Medeiros,  falaram que os empresários do ramo vem enfrentando uma campanha difamatória em todo o Estado.


Os diretores do Sindicato dos Donos de Postos, transferem toda responsabilidade do reajuste do Diesel e Gasolina para o Governo Federal. Na nota eles reclamam de alguns veículos de comunicação.

                   NOTA DE REPÚDIO 

O Sindicato dos Revendedores de Combustíveis do Maranhão vem a público repudiar a campanha difamatória que algumas entidades oficiais e veículos de comunicação vêm fazendo com o objetivo claro de incitar a opinião pública contra a categoria de revenda de produtos derivados de petróleo no estado. 

Lamentamos as acusações genéricas e infundadas que demonstram desconhecimento da  regulação desse mercado complexo, denigrem a imagem institucional dos revendedores e diminuem a dignidade dos empresários do setor que contribuem com o Brasil e o Estado do Maranhão ao gerar larga parte dos impostos que os mantêm, além de emprego e renda para milhares de cidadãos. 

O Sindcombustiveis-MA repudia veementemente a criminalização fácil dos empresários neste momento grave em que o país  passa por grandes ajustes fiscais e tributários. 

Temos a certeza de que a Justiça será feita, o funcionamento do livre mercado restabelecido e as acusações e erros interpretativos devidamente esclarecidos e rejeitados, visto a convicção de que o Poder Judiciário fará julgamento justo, ético e isento de vieses políticos e econômicos. 

Por fim, reafirmarmos que não interferimos nas relações de mercado, não orientamos, sugerimos ou determinamos preços e outras condições comerciais de associados em respeito e zelo à livre iniciativa e concorrência. 

A DIRETORIA
                       

sábado, 21 de fevereiro de 2015

Cemar lamenta acidente ocorrido no bairro Santarém em Barreirinhas

A Cemar lamenta profundamente o acidente ocorrido na sexta-feira, dia 20 de fevereiro, que teve como vítima fatal a criança Mateus Vale Soeiro e feriu seu irmão Airton Soeiro Mesquita, que se encontra internado sob cuidados médicos em um hospital em São Luís. 

Cabe informar ainda que a Companhia já iniciou os trabalhos de investigação para identificar as causas que levaram ao rompimento da rede energia elétrica na rua do Cajú no bairro Santarém em Barreirinhas e verificar se esta situação ocasionou esta fatalidade. Tão logo sejam esclarecidas as circunstâncias do acidente, a Cemar adotará as medidas adequadas, sem se furtar de qualquer maneira às suas responsabilidades, que eventualmente possam decorrer deste fato.

Por fim orienta as pessoas para não se aproximarem de cabos ou fios caídos. Situações dessa natureza devem ser comunicadas por meio da Central 116, devendo-se informar o endereço com ponto de referência, para que a Cemar possa enviar uma equipe de plantão ao local e adotar as medidas técnicas necessárias.

Assessoria de Imprensa da Cemar

  

Descrição: Descrição: Descrição: logo cemar oficial

      


Crack na "lixeira"

Na madrugada deste sábado(21 de fevereiro), policiais rodoviários federais, prenderam em Caxias, duas pessoas com aproximadamente um quilo de crack.

Os dois foram flagrados dentro de um onibus intinerário Fortaleza/Sinop no Estado do Mato Grosso. A abordagem foi no quilômetro 572 no município de Caxias.


Quando entraram no ônibus, os policiais avistaram uma mulher saindo do banheiro. Ao revistar a lixeira foi encontrado, dentro de uma sacola, um tablete de crack. A mulher identificada como, Kassia Camilo Ribeiro Costa, 25 anos, foi presa e o companheiro dela Romualdo de Queiroz  Wanderley, 32 anos.


Os dois que moram em Caxias, estavam em uma poltrona ao lado do banheiro. Romualdo e Kassia, foram apresentados no DP da Polícia Civil em Caxias. A droga avaliada em 10 mil reais, estava vindo de Fortaleza.