Blog do Marcial Lima - Voz e Vez

terça-feira, 22 de agosto de 2017

Marcial Lima denuncia atraso das obras do PAC

Em discurso na tribuna da Câmara Municipal de São Luís, o vereador Marcial Lima (PEN) mostrou-se preocupado com o atraso das obras do Programa PAC – Cidades Históricas em São Luís. De acordo com o parlamentar, o atraso na conclusão dessas obras está atrapalhando a população ludovicense, em especial, os comerciantes da região. "Não aguento mais ir ao Centro Histórico e ver nossa cidade abandonada", afirmou.

O vereador aproveitou a oportunidade para cobrar um planejamento mais efetivo da Prefeitura de São Luís com relação às ações de asfaltamento nos bairros. Assista ao vídeo abaixo.


segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Marcial Lima destaca sucesso do Fórum Permanente

O vereador Marcial Lima (PEN) promoveu a primeira edição do Fórum Permanente de Debates, ação cujo objetivo é debater e encontrar soluções para problemas da capital maranhense. A revitalização do Canal do Turu foi o tema central do fórum, realizado no último fim de semana, com a participação da comunidade do Turu e adjacências, além das presenças dos deputados federais Victor Mendes (PSD), Eliziane Gama (PPS) e Weverton Rocha (PDT).

A discussão proposta pelo vereador Marcial Lima teve resultados muito bons. O primeiro deles foi a criação de uma comissão para dialogar com o Poder Público sobre melhorias para a região, uma vez que a urbanização dessa área representa qualidade de vida, lazer, criação de emprego e renda. Outro importante resultado do Fórum Permanente foi o compromisso dos parlamentares federais em fazer uma emenda de bancada para revitalizar o Canal do Turu.

“Avaliação positiva. Conseguimos reunir uma quantidade de gente, pessoas envolvidas com o bairro, vereadores, deputados federais e a comunidade. Acho que o próximo passo é assegurar esta resposta que o Weverton Rocha deu de uma emenda de bancada no valor de R$ 42 milhões pra gente assegurar esse recurso e, quem sabe, iniciar esta obra. Vamos ter que nos comportar unidos, fazer um comportamento da unidade porque divisão neste momento não vai trazer lucro nenhum”, afirmou Marcial Lima.

Apoio federal

A união de parlamentares de partidos diferentes demonstra a importância da obra para a comunidade. “Ainda bem que já temos o compromisso do deputado Victor Mendes e da deputada Eliziane. Nós três temos que multiplicar e convencer os outros colegas deputados, juntos com a Câmara de Vereadores, para garantirmos este recurso e lutar por ele para que possamos, em breve, realizar o sonho dessa região”, disse Weverton Rocha.

A deputada Eliziane Gama se comprometeu em levar o assunto aos demais integrantes da bancada federal do Maranhão em Brasília. “Trabalho muito a questão ambiental e a sustentabilidade. Estou me comprometendo a sentar com os parlamentares em Brasília esta semana”.

Por fim, o deputado Victor Mendes elogiou a iniciativa do vereador Marcial Lima em promover o Fórum Permanente e disse que levará o pedido da população sobre o Canal do Turu ao ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho. “Estou vestindo a camisa do Fórum Permanente. Vou usar os meus meios para ajudar de forma transparente nesta luta. Vou procurar o ministro Sarney Filho e levar a mensagem para ele e tentar sensibilizá-lo. Vamos correr atrás dos recursos”, explicou.

Fórum Permanente

O Fórum Permanente é uma iniciativa que pretende chegar a outros bairros de São Luís. Dentre as ações que estão programadas para os próximos meses, destaque para o debate sobre a criação de um Batalhão de Polícia Militar no Cohatrac para atender o bairro e as áreas adjacentes. As discussões também serão levadas para a zona rural da capital.

Justiça derruba liminar que suspende aumento do PIS/Cofins sobre combustíveis

O Tribunal Regional Federal (TRF-1), sediado em Brasília, decidiu, há pouco, anular mais uma decisão que suspendeu o aumento das alíquotas do Programa de Integração Social (PIS) e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) sobre a gasolina, o diesel e o etanol.

A decisão foi proferida pelo desembargador Hilton Queiroz, presidente do tribunal, que atendeu a um recurso da Advocacia Geral da União (AGU) contra a suspensão do reajuste, decretada pela juíza Adversi de Abreu, da 20ª Vara Federal.

No mês passado, em outra decisão, o juiz Renato Borelli também suspendeu o reajuste por entender que seria inconstitucional por ter sido feito por decreto e não por projeto de lei. Em seguida, a decisão foi derrubada pela segunda instância da Justiça Federal. A decisão foi proferida pelo desembargador Hilton Queiroz, presidente do tribunal, que atendeu a um recurso da Advocacia Geral da União (AGU) contra a suspensão do reajuste.

O reajuste nas alíquotas do PIS/Cofins sobre a gasolina, o diesel e o etanol foi determinado por meio de decreto presidencial no dia 20 de julho. A alíquota subiu de R$ 0,3816 para R$ 0,7925 para o litro da gasolina e de R$ 0,2480 para R$ 0,4615 para o diesel nas refinarias. Para o litro do etanol, a alíquota passou de R$ 0,12 para R$ 0,1309 para o produtor. Para o distribuidor, a alíquota, antes zerada, aumentou para R$ 0,1964.

A previsão do governo é arrecadar mais R$ 10,4 bilhões com o aumento do PIS/Cofins sobre os combustíveis, de modo a conseguir cumprir a meta fiscal de déficit primário de R$ 159 bilhões para este ano.

(Informações da Agência Brasil)

Polícia Civil elucida homicídio na cidade de João Lisboa

Na manhã desse domingo (20), a Polícia Civil, por meio da Delegacia Regional da cidade de Imperatriz, conseguiu executar o mandado de prisão preventiva contra Jordean Lima dos Santos, conhecido como Zé Pequeno, suspeito de ser o autor de um homicídio no município de João Lisboa, cidade que fica no oeste maranhense.

Segundo informações repassadas pelo delegado Eduardo Galvão, o crime, que vitimou Clemildo Sousa Silva, teria acontecido na madrugada do dia 16 de julho. Zé Pequeno desferiu um golpe de arma branca na região do pescoço da vítima, que não resistiu ao ferimento e veio a óbito no local.

Após sua prisão, o preso confessou o crime e disse que a motivação foi devido a uma agressão que ele sofreu por parte da vítima, quando os dois estavam em um estabelecimento no Bairro Cidade Nova. Em depoimento, Zé Pequeno disse que, pelo fato de o crime não ter sido presenciado por terceiros, ele ainda voltou ao local do homicídio para acompanhar os trabalhos dos peritos.

(Informações da SSP-MA)

Polícia Civil prende assaltante de empresa na Vila Passos

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), prendeu, na tarde desta segunda-feira (21), Jean Carlos Lopes Reis Filho, 22 anos, no Bairro Vila Passos, pelo crime de roubo.

De acordo com o delegado Marcone Matos, no dia 23 de julho do corrente ano, homens armados conseguiram invadir a transportadora Gollog, que fica nas proximidades do Aeroporto Marechal da Cunha Machado. Do local, levaram cerca de R$ 300.000 em mercadorias.

Após minuciosas investigações, equipes da DRF conseguiram recuperar a carga roubada, além de identificar os autores do crime e representar pela prisão preventiva do indiciado, medida que foi acatada pelo juiz da Central de Inquéritos.

Mediante as medidas de praxe, Jean Carlos será encaminhado ao Complexo de Pedrinhas onde ficará à disposição do Poder Judiciário.

(Informações da SSP-MA)

Escolas devem escolher livros didáticos até 4 de setembro

O prazo para professores, diretores e coordenadores de escolas das redes públicas de ensino escolherem os livros didáticos do ensino médio começa nesta segunda-feira (21) e vai até o dia 4 de setembro.

O Guia de Livros Didáticos 2018 pode auxiliar na escolha e está disponível no site do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). O documento traz resenhas e informações das coleções aprovadas para o Programa Nacional do Livro Didático (PNLD). A escolha também deve ser formalizada no portal do FNDE.

Nesta edição, serão selecionadas coleções didáticas que englobam todos os componentes curriculares do ensino médio: língua portuguesa, matemática, língua estrangeira moderna (inglês e espanhol), física, química, biologia, filosofia, geografia, história, arte e sociologia.

O registro da escolha deve ser feito pelo diretor da escola no Sistema PDDE Interativo. Caso algum diretor ainda não tenha acesso a esse sistema, deverá entrar em contato com sua secretaria de educação para solicitá-lo.

Devem ser selecionadas duas opções de coleções para cada componente curricular, de editoras diferentes. Caso não seja possível a aquisição dos livros da 1ª opção, o FNDE negociará as obras da 2ª opção.

Caso a escola não queira receber livros de algum componente, basta manter a indicação inicial do sistema: “Não desejo receber livros deste componente”. Ou seja, se registrar escolha para alguns componentes e deixar de marcar em outros, só receberá os livros que escolheu. Se gravar a escolha sem marcar nenhum componente, não receberá qualquer obra.

Por outro lado, se o colégio não acessar o sistema ou não registrar opção em nenhum momento, será encaminhada, compulsoriamente, uma das coleções aprovadas de cada componente curricular.

(Informações do Portal Brasil)

Inscrições para vagas remanescentes do Prouni vão até a sexta (25)

As inscrições para vagas remanescentes do Programa Universidade para Todos (Prouni) terminam na próxima sexta-feira (25) para os candidatos que não estiverem matriculados em instituição de educação superior.

No total, são oferecidas 77 mil bolsas remanescentes das 147,4 mil ofertadas na chamada regular referente ao segundo semestre deste ano.

Para os estudantes que já estão matriculados, o prazo final é 30 de outubro. As inscrições podem ser feitas pelo site do Prouni.

Podem se inscrever para as vagas remanescentes aqueles que participaram do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir da edição de 2010 e obtiveram nota média igual ou superior a 450 pontos e superior a 0 na redação.

Bolsas de estudo

O Prouni oferece bolsas de estudo integrais e parciais (50%) em faculdades privadas, em cursos de graduação e sequenciais de formação específica.

Para concorrer à bolsa integral, o candidato deve comprovar renda familiar bruta mensal de até um salário mínimo e meio por pessoa. Para a bolsa parcial, a renda familiar bruta mensal deve ser de até três salários mínimos por pessoa.

(Informações do Portal Brasil)

Justiça determina que Estado forneça medicamento à paciente portadora de doença degenerativa

A juíza Rafella Saif Rodrigues, em decisão proferida na última semana, na Comarca de Raposa, determinou bloqueio de recursos do Estado do Maranhão com vistas ao tratamento de R.S. De acordo com a sentença, o objetivo da tutela antecipada (decisão judicial com efeito imediato) é adquirir o medicamento Idebenone, que ajuda na prevenção de complicações cardiológicas e evita o crescimento do miocárdio. Esse é o segundo pedido deferido pela Justiça neste caso. O primeiro foi em 2015.

A demandante é portadora da doença degenerativa “ataxia de Friedreich”, que é hereditária (genética) e que condiciona uma deterioração de determinadas células nervosas ao longo do tempo. Em muitos casos, esta doença afeta igualmente o coração, alguns ossos e as células no pâncreas que produzem insulina. A doença começa, tipicamente, por uma dificuldade na marcha. As pessoas com ataxia de Friedreich desenvolvem movimentos trémulos e desajeitados nas pernas (denominada marcha atáxica) durante a infância ou o início da adolescência.

Com o agravamento da doença, a partir de 2014, a autora da ação tem a necessidade de ingestão contínua de 7 (sete) pílulas diárias do medicamento Idebenone 45mg. Como não possui condições de trabalho nem financeiras, procurou a Secretaria de Saúde de São Luís, que alegou não ser de sua responsabilidade haja vista que a requerente mora na Raposa. Ela foi informada, ainda, de que tal medicamento não é encontrado na rede pública de saúde.

“Demonstrada a patologia, conforme relatórios médicos anexados aos autos, bem como a necessidade de tratamento e a impossibilidade de arcar com os custos de sua cura, é dever do Estado suprir tal necessidade (…) Muito menos o judiciário poderia ficar inerte frente a urgência demonstrada por quem dele se socorreu, não deve o Estado omitir-se na garantia do direito à saúde”, destaca a magistrada em decisão datada de 2015.

Em audiência realizada recentemente, o Estado comprovou a abertura de processo licitatório para adquirir o medicamento, mas ainda não há previsão de quando estará disponível, daí a necessidade de bloqueio de recursos para imediata aquisição do Idebenone. “É importante frisar que o medicamento é para possibilitar que a vida da paciente se alongue, até que ela seja curada. Existe a possibilidade de que ela nem esteja viva ao término de um processo judicial, por isso o deferimento da tutela antecipada”, narra a magistrada na análise dos pedidos da autora, enfatizando sobre a gravidade da doença.

“Defiro o pedido e determino novo bloqueio on-line do correspondente a mais seis meses de tratamento, que equivale a R$ 1.377, 94 das contas do Estado, com o fim de garantir o medicamento Idebenone 45mg (…) em caso de permanência de omissão do Estado, novos bloqueios poderão ser realizados a fim de garantir o completo tratamento da requerente”, decidiu a juíza.

(Informações do TJ-MA)

Moradores do Norte e Nordeste poderão ver eclipse parcial do Sol

Está previsto, para esta segunda-feira (21), um dos eventos mais fascinantes da natureza, o eclipse solar total, que ocorre quando as órbitas do Sol e da Lua se cruzam e o satélite passa entre o Sol e a Terra. Quando a Lua cobre o Sol, bloqueia os raios solares e faz uma sombra na Terra.

Desta vez, a faixa de totalidade do fenômeno, ou seja, a faixa de terra que ficará na penumbra, cruza os Estados Unidos. Serão 2 minutos e 40 segundos de completa escuridão para quem estiver entre Salem, no Oregon, e a cidade de Charleston, na Carolina do Sul.

Observadores que estiverem fora dessa região, a 3 mil quilômetros acima ou abaixo dessa faixa, poderão observar um eclipse solar parcial, em que a Lua cobre parte do disco do Sol. No Brasil, os moradores das regiões Norte e Nordeste poderão avistar o fenômeno entre 12h46 e 18h04, horário de Brasília. No extremo norte do país, a previsão é que a escuridão chegue a 50%.

A astrônoma Josina Nascimento, pesquisadora do Observatório Nacional, responsável pelos cálculos e edição do anuário da instituição que traz as fases da Lua e previsão de eventos astronômicos, explicou que, apesar do senso comum dizer que são raros, os eclipses são um evento comum. Segundo ela, o fato de a faixa de totalidade dos eclipses ser muito estreita, com cerca de 270 quilômetros, causa essa falsa impressão.

“A cada período entre 18 e 22 meses, temos um eclipse solar, seja ele total, parcial ou anular. Quando é total, que é o mais raro, têm-se essa pequena faixa de totalidade, portanto muitas partes do mundo passam muitas décadas sem ver um eclipse total. Não é um fenômeno raro na Terra, mas sim em cada local onde as pessoas estão”, esclareceu.

Josina Nascimento disse que os eclipses do Sol e da Lua sempre ocorrem um próximo do outro. “Basta observar uma lista de previsão de eclipses para verificar que sempre que acontece um eclipse da Lua, por exemplo, logo depois tem um do Sol, ou vice-versa. Se houver um eclipse em uma Lua Cheia, na Lua Nova seguinte haverá um eclipse do Sol.  Se a órbita da Lua em torno da Terra não fosse inclinada, teríamos esse alinhamento todo mês. Na Lua Nova, um eclipse do Sol, e na Lua Cheia, um eclipse da Lua. Por ser inclinada, o alinhamento não acontece sempre”.

Ela informou que o próximo eclipse total que terá faixa de observação no Brasil está previsto para 2041. “No dia 2 de julho de 2019, vai ser no sul da América do Sul, e a expectativa é que muitas pessoas se desloquem para a faixa de observação. É interessante porque você tem turismo, tem eventos culturais e científicos, é muito legal”, disse a pesquisadora.

A Nasa vai transmitir o eclipse solar, seguindo a faixa de escuridão dos Estados Unidos, a partir das 13h, pelo link https://www.nasa.gov/eclipselive.

Teoria da Relatividade foi provada em eclipse no Brasil

Durante a conversa com a Agência Brasil, Josina Nascimento contou que desde antes do homem começar a explorar o Universo em missões espaciais, os cientistas aproveitam os eclipses para responder a questões científicas e de engenharia. A cor muito escura da Lua durante o eclipse, por exemplo, pode ser usada para calibrar as imagens de raios-X, por registrar o estado do "sinal zero". Os eclipses também são uma ótima oportunidade para observar a fotosfera, uma camada interna do Sol. Segundo Josina, há vários projetos que aproveitam a chance para fazer observações especiais.

A pesquisadora contou que a observação mais especial e relevante feita no Brasil, com envolvimento do Observatório Nacional, ocorreu em um eclipse total em 1919, em Sobral, no Ceará, quando a Teoria da Relatividade, do cientista Albert Einstein, foi finalmente comprovada. Josina contou que vieram pesquisadores de vários lugares do mundo para fazer a observação. Depois de algumas tentativas frustradas de provar a teoria em outros locais anteriormente, o eclipse daquele ano no Brasil ofereceu uma boa visibilidade e permitiu que os cálculos de Einstein fossem comprovados.

(Informações da Agência Brasil)

Polícia Federal investiga fraudes em obtenção de aposentadorias militares

Polícia Federal, Polícia Judiciária Militar, Ministério Público Militar e Advocacia Geral da União iniciam, na manhã de hoje (21), a Operação Reformados, para combater esquema criminoso voltado para a obtenção fraudulenta de licenças e reformas (aposentadorias) de militares, especialmente dos militares temporários.

Policiais federais e militares do Exército Brasileiro cumprem um mandado de prisão preventiva, três mandados de condução coercitiva e dois mandados de busca e apreensão nas cidades de Canoas e Novo Hamburgo.

A fraude consistia na apresentação de atestados médicos ideologicamente falsos, com indicação de doenças psiquiátricas e outros artifícios, para iludir a Administração Militar, a Justiça Federal e a Justiça Militar. O objetivo era manter militares temporários vinculados ao Exército para supostos tratamentos de saúde e, posteriormente, para obtenção da reforma militar. Um escritório de advocacia, estabelecido no município de Canoas, promovia o suporte para a propositura de ações judiciais que sacramentavam as fraudes.

Durante as investigações, diligências flagraram pessoas com diagnósticos incapacitantes para a vida militar, por problemas físicos ou psíquicos, em uma rotina normal de vida, inclusive com ocupações remuneradas, confirmando a fraude na obtenção das decisões judiciais por licença médica ou reforma militar.

Os crimes investigados são estelionato e falsidade ideológica, consistentes na encenação perante juntas médicas militares, propositura de ações com atestados médicos ideologicamente falsos, entre outros possíveis. As investigações seguem para apurar o prejuízo causado e o número exato de pessoas envolvidas nas fraudes.

(Informações da PF)

Em Porto Franco, MP-MA aciona prefeito por contratação desnecessária de escritório contábil

A contratação desnecessária de um escritório de contabilidade pelo município de Porto Franco levou o Ministério Público do Maranhão (MP-MA) a ingressar, em 3 de agosto, com Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa, solicitando a indisponibilidade de bens do prefeito de Porto Franco, Nelson Horácio Macedo Fonseca, e de outros seis réus.

Também são citados como réus o presidente e pregoeiro da Comissão Permanente de Licitações (CPL), Joel da Silva Sousa; os integrantes permanentes da CPL Emerson Barbosa da Silva e Rosenira Gomes Cardoso; o secretário municipal de Administração, Dyonatha Marques da Silva; a contadora Geruza Cavalcante da Silva e a empresa de sua propriedade, G. Cavalcante Silva – ME.

Formularam a ACP o titular da 2ª Promotoria de Porto Franco, Gabriel Sodré Gonçalves, e os integrantes do Núcleo Regional de Atuação Especializada da Probidade Administrativa e Combate à Corrupção (Naepac), promotores de Justiça Paulo Roberto da Costa Castilho e Glauce Mara Lima Malheiros.

Sem necessidade

Apesar de haver oito servidores públicos efetivos no setor de Contabilidade do município, foi realizado, em abril, o Pregão Presencial nº 029/2017, que resultou na contratação da empresa G. Cavalcante Silva – ME, por R$ 426 mil.

“Qual é a necessidade de gasto financeiro com a empresa, que, na verdade, é representada por uma única pessoa, para prestação de serviços contábeis, uma vez que o município de Porto Franco possui diversos servidores vinculados à área, entre eles, dois contadores efetivos?”, questionam os promotores na ACP.

Entre outras irregularidades, foi verificado que, desde o início da atual gestão de Nelson Fonseca, os servidores efetivos do setor foram transferidos para outras unidades, configurando desvio de função. Para os promotores, o tratamento aos servidores do setor foi premeditado para justificar a contratação da empresa.

Irregularidades

Para o MP-MA, a licitação foi direcionada à G. Cavalcante Silva para regularizar uma situação que já vinha ocorrendo desde janeiro deste ano.

Chamou atenção o fato de que o titular da pasta de Administração do município, Dyonatha Silva, tenha pedido três cotações de preço para serviços contábeis. As propostas apresentadas possuíam valores aproximadamente iguais. Apesar da necessidade alegada pelo município ter surgido somente no mês de abril, as cotações foram feitas no mês de fevereiro.

Além desses fatos, o Ministério Público observou ilegalidades como a falta de habilitação e a inexistência de sede física da empresa.

Pedidos

Além da indisponibilidade dos bens, o MP-MA requer a condenação dos réus por improbidade administrativa, o que pode resultar em penas como perda das funções públicas, ressarcimento integral do dano e suspensão dos direitos políticos pelo prazo de cinco a oito anos.

A lista de punições inclui o pagamento de multa civil até o dobro do dano e a proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de cinco anos.

Manifestações

Nelson Fonseca é réu em outras duas Ações Civis Públicas por ato de improbidade administrativa, ajuizadas em julho pelo MP-MA, por causa de irregularidades na gestão do administrador municipal.

Uma refere-se às denúncias de pagamento de “mensalinho” a três vereadores do município. A outra é relativa à contratação ilegal de um açougue de pequeno porte para fornecimento de carne para três secretarias municipais por R$ 1,1 milhão.

(Informações do MP-MA)

Acusado de tentativa de feminicídio é julgado em Codó

A 3ª Vara da Comarca de Codó está realizando vários julgamentos neste mês, seis no total, constantes na pauta. O primeiro tribunal do júri já ocorreu, tendo como réu Antônio Barbosa Araújo. Ele estava sendo acusado de tentativa de feminicídio praticado contra Silene de Jesus. Considerado culpado, ele recebeu a pena de seis anos de reclusão, a ser cumprida, inicialmente, em regime semiaberto.

Conforme a denúncia, esse crime aconteceu em dezembro de 2011 e consta que Antônio teria ligado para Silene e pedido 200 reais emprestados. Ela teria dito que não emprestaria. Pouco tempo depois, ao avistar Silene na rua andando de moto, ele teria batido na moto da mulher de propósito fazendo com que ela caísse.

Ato contínuo, o denunciado desceu do carro e teria disparado quatro vezes contra ela, atingindo-a por três vezes, sendo um tiro no peito e dois nas costas de Silene. Em depoimento à polícia, Antônio Barbosa teria confessado a autoria do crime, motivado, segundo ele, pelo desespero e medo de que o relacionamento dos dois chegasse ao fim.

Os próximos julgamentos na unidade judicial ocorrem nos dias 22, 23, 29, 30 e 31 deste mês. As sessões estão marcadas para o auditório do Salão do Júri do Fórum de Codó e terão a presidência do juiz Ailton Gutemberg, titular da unidade. Os réus são Raimundo Nonato da Conceição, James Dean Silva Rodrigues, Reginaldo Sousa, Francisco Cleiton Delgado, Evilásio Santos e Messias de Oliveira de Sousa.

O julgamento desta terça-feira (22) traz como réu James Dean Silva Rodrigues, acusado de ter matado a facadas Francisco das Chagas Pereira da Luz. Segundo o inquérito policial, o crime aconteceu em outubro de 2004, quando acusado e vítima discutiram fortemente e, em meio às agressões e empurrões, James Dean teria sacado uma arma branca (faca) e golpeado Francisco das Chagas.

Mesmo ferida, a vítima ainda tentou fugir de James, mas foi alcançada e, novamente, atingida por golpes de faca. Todo o episódio foi presenciado por várias testemunhas, que confirmaram a intenção de James Dean em matar Francisco das Chagas.

(Informações do TJ-MA)

domingo, 20 de agosto de 2017

Tecnologia 3D será usada em próteses pelo SUS

Com o uso da tecnologia de impressão tridimensional, o Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia Jamil Haddad (Into), ligado ao Ministério da Saúde, vai produzir próteses para pacientes amputados.

A técnica já é usada para a confecção de instrumentos médicos usados em pacientes com artroses de ombro do instituto. Ao tornar mais precisas e ágeis as cirurgias, o Into prevê a redução mais rápida da espera cirúrgica.

Especialistas do Into já se preparam para substituir também braços, pernas e pés amputados, inclusive de crianças. “A ideia é realizar esta cirurgia em larga escala e, a partir daí, extrapolar para outras articulações, como coluna e quadril”, conta o cirurgião Marcus Vinicius, que realizou as primeiras cirurgias em 3D no Into.

A tecnologia tridimensional funciona a partir de um software (programa de computador) que reúne informações para a produção dos instrumentos extraídas de imagens produzidas por tomografia computadorizada. Assim, ela cria o objeto plástico.

Um dos principais desafios das cirurgias é colocá-las na posição correta. Por isso, a grande vantagem da impressora é criar peças que elevam a precisão da inserção dos equipamentos no corpo de forma menos agressiva.

Em cinco anos, o instituto ampliou a sede no Rio de Janeiro e reduziu a fila cirúrgica de 22 mil para 11.123 cirurgias em espera. No primeiro semestre deste ano, foram realizadas 4.323 cirurgias e 108.389 consultas ambulatoriais.

(Informações do Portal Brasil)

Motobombas levam águas do São Francisco à região metropolitana de Fortaleza

Parceria entre o governo federal e o governo de São Paulo vai possibilitar um novo acordo para a cessão de quatro conjuntos de motobombas que irão acelerar a chegada da água do Rio São Francisco à região metropolitana de Fortaleza.

A medida será assinada nesta segunda-feira (21), entre o Ministério da Integração e o governo do Estado. A iniciativa irá beneficiar diretamente mais de 7,1 milhões de pessoas em quatro Estados.

A água será transportada por mais de 260 quilômetros de canais e reservatórios do Eixo Norte do Projeto São Francisco para beneficiar, além da capital cearense, os Estados de Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte.

Essa é a segunda parceria do tipo firmada entre as duas esferas de governo. Em dezembro de 2016, acordo semelhante permitiu antecipar a chegada da água pelo Eixo Leste do Projeto de Integração do Rio São Francisco à região de Campina Grande, na Paraíba, evitando o colapso no abastecimento para quase um milhão de moradores de 18 cidades.

Equipamentos

Os equipamentos disponibilizados pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) estão no município de Sertânia (PE). Depois de agilizar o enchimento das barragens do Eixo Leste do projeto em Pernambuco, as motobombas serão utilizadas na manutenção das estruturas, que estão em fase de pré-operação.

Após a conclusão desses serviços, as máquinas serão transportadas para o Eixo Norte e poderão ser instaladas ao longo dos 15 reservatórios do trecho, de acordo com o avanço das águas do Rio São Francisco. A previsão é que o deslocamento das bombas ocorra em até 90 dias. O aditivo ao Termo de Cessão de Uso Não Oneroso irá ampliar em mais 180 dias o empréstimo das motobombas.

Garantia de água

O Projeto de Integração do Rio São Francisco possui dois eixos: o Leste, inaugurado em março deste ano, para atender a Pernambuco e Paraíba, e o Eixo Norte, que possui 94,9% das obras finalizadas e vai beneficiar, além desses dois Estados, também Ceará e Rio Grande do Norte.

A expectativa do governo federal é que o Eixo Norte seja totalmente concluído até o primeiro trimestre de 2018.

(Informações do Portal Brasil)

Inscrições para o Pronatec são prorrogadas e terminam na terça-feira (22)

Com 500 mil vagas em cursos de formação inicial, continuada e técnicas abertas, o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) teve seu prazo de inscrições prorrogado até a próxima terça-feira (22).

Quem quiser participar precisa ter mais de 15 anos. As aulas são gratuitas tanto nas modalidades a distância quanto presenciais em instituições particulares. O início dos cursos está marcado para 28 de agosto e a duração é de, pelo menos, 160 horas.

“Temos cursos nas áreas mais administrativas, nas mais operacionais, como para inspetor de qualidade, almoxarife de obras, representante comercial, higienista de serviço de saúde”, explicou o diretor de articulação e expansão das redes de educação profissional e tecnológica do Ministério da Educação, Geraldo Andrade de Oliveira.

Essa é mais uma oportunidade para assegurar que todos os interessados participem da seleção e obtenham a capacitação para entrar no mercado de trabalho. “Mesmo quem já está empregado vai conseguir desenvolver melhor o seu papel se estiver qualificado. Além disso, quem está desempregado ou está querendo entrar no mercado de trabalho também vai conseguir essa oportunidade”, disse.

(Informações do Portal Brasil)