Blog do Marcial Lima - Voz e Vez

sexta-feira, 22 de junho de 2018

Brasil tenta hoje, diante da Costa Rica, sua primeira vitória na Copa

Sexta-feira, como costuma ocorrer com milhares de brasileiros, é dia de acordar cedo, mas desta vez não para trabalhar. A seleção do técnico Tite entra em campo, pela segunda rodada do grupo E da Copa do Mundo, para enfrentar a Costa Rica, às 9h (horário de Brasília) no Estádio de São Petersburgo.

Em seguida, a Nigéria jogará com a Islândia e, para encerrar, Sérvia e Suíça se enfrentarão pelo mesmo grupo do Brasil.

De todos os jogos de hoje, apenas a Sérvia pode garantir a classificação às oitavas de final, em caso de vitória.

Brasil x Costa Rica – 9h

O Brasil entrará em campo contra os costa-riquenhos precisando vencer para não complicar sua situação na Copa. Depois do empate contra a Suíça (1x1), os brasileiros terão pela frente – teoricamente – a equipe mais vulnerável do grupo. Uma vitória deixa a Seleção Brasileira com 4 pontos, na briga pela liderança.

Tite escalou a equipe com os mesmos jogadores que iniciaram a partida contra a Suíça, com apenas uma mudança de última hora: Fagner entra na lateral direita no lugar de Danilo, diagnosticado com uma lesão no quadril.

Após o primeiro jogo, o treinador já havia mencionado a ansiedade e a consequente falta de pontaria do time, como responsáveis pelo empate. Em entrevista ontem (21), ele voltou a falar das finalizações.

“[É preciso] ser efetivo. Transformar as oportunidades em gol. Continuar proporcionando muito poucas oportunidades ao adversário. Eu também estava na expectativa do primeiro jogo. Hoje, já tem foco maior, abstração maior. Alguns ajustes de posicionamento vamos continuar fazendo”, disse.

Para o capitão costa-riquenho Byan Ruiz, a partida de hoje é “motivante”. “Este jogo é importante. Especialmente por causa das coisas que estamos disputando”. Como já perdeu o primeiro jogo, uma derrota encerra as chances de classificação da Costa Rica para a próxima fase.

O time que jogará contra o Brasil terá apenas uma mudança em relação à partida de estreia. Bryan Oviedo entra no lugar de Francisco Calvo na lateral esquerda.

Este será o terceiro duelo entre as duas seleções em copas. O primeiro, em 1990, terminou com vitória magra do Brasil: 1x0. O segundo foi completamente diferente. Em 2002, pela última rodada da primeira fase, o Brasil estava classificado antecipadamente e entrou em campo com um time cheio de reservas. Mesmo assim, goleou: 5x2.

Nigéria x Islândia – 12h

Depois de um bom jogo contra a Argentina, a Islândia fará novo teste em uma Copa do Mundo, contra a Nigéria. Com um ponto na competição, os islandeses aumentam muito as chances de classificação com uma vitória sobre a Nigéria. Faz muito calor em Volgogrado, local da partida, e isso virou assunto durante entrevista ontem.

“Eu senti na equipe que eles já se acostumaram ao calor depois do aquecimento. É claro que [o calor] drena a energia, mas vamos repor nossa energia hoje. Comemos bem porque será difícil. Sabemos quão fortes os nigerianos são”, disse o capitão islandês, Aron Gunnarsson. Os islandeses não estão acostumados a altas temperaturas em seu país, onde o frio predomina na maior parte do ano.
Do outro lado, o treinador da Nigéria, o alemão Gernot Rohr, pregou respeito pelo adversário e usou como exemplo o desempenho islandês na primeira rodada. “Eu tenho muito respeito pela Islândia. Eles foram muito bem contra a Argentina. Eles não têm estrelas no time, nós também não. Então, amanhã será um duelo de coletividades”, afirmou.

Sérvia x Suíça – 15h

É simples: uma vitória hoje garante a Sérvia na próxima fase, as oitavas de final. Os três pontos conquistados na primeira rodada, aliados ao empate no outro jogo do grupo, deixaram a Sérvia em boa situação. Se vencerem, entrarão em campo contra o Brasil, na última rodada, já classificados.

“Respeitamos a Suíça, mas nosso objetivo será tentar ameaçá-los do primeiro ao último minuto do jogo, porque temos qualidade para isso”, disse o meio-campista sérvio Matic.

Do outro lado, porém, está um time que, teoricamente, já passou pelo maior desafio no grupo e conseguiu um empate contra o Brasil; 1x1.

A Suíça conta com uma marcação eficiente e bons avanços em velocidade, principalmente pelo lado direito com Shaqiri. Autor do gol contra o Brasil, Steven Zuber mostra otimismo. “Encontraremos os pontos fracos da Sérvia”, promete.

(Informações da Agência Brasil)

quinta-feira, 21 de junho de 2018

Senarc apreende arma de fogo e drogas em Timon

Dando continuidade às ações de repressão ao narcotráfico, a Polícia Civil do Maranhão, por meio da Senarc, unidade Timon, efetuou na tarde de hoje (21), por volta das 15h30, a prisão, em flagrante delito, de Wesley Júnior de Sousa Pereira, 22 anos de idade.

O indivíduo foi surpreendido pela equipe da Senarc quando vendia cocaína na residência dele, situada na Rua 01, Quadra N, no Bairro Jóia, munícipio de Timon.

Na ocasião da prisão, foram encontrados, com ele, "sacolinhas" contendo cocaína e dinheiro, um revólver calibre 32, com três projéteis intactos do mesmo calibre, celulares, relógios, uma espingarda de pressão, além de outros objetos de procedência suspeita.

A equipe policial já monitorava o local e aguardava a oportunidade para fazer a abordagem.

Ante as circunstâncias da prisão e materialidade delitiva, o preso foi encaminhado à Central de Flagrantes de Timon visando a adoção das providências de Polícia Judiciária.

(Informações da SSP-MA)

Polícia Civil prende quadrilha suspeita de fraudar concurso

Uma operação interestadual batizada de Aleteia, foi iniciada pela Polícia Civil do Maranhão na manhã desta quinta-feira (21), que resultou na prisão de 10 pessoas suspeitas de terem fraudado o concurso público da Polícia Militar do Estado do Tocantins, realizado em março deste ano. A operação foi executada, simultaneamente, nos Estados do Tocantins, Piauí e Maranhão.

No Maranhão, a operação conseguiu prender 10 pessoas nos municípios de São Luís, Santa Inês, Pindaré-Mirim e Zé Doca. Foram presos Wylmerson Rubem dos Santos Silva, Maílson de Paiva, Renner Ferreira Moraes Mendes, Luís Fernando Melo Nascimento, Flaviânia Silva Furtado, Jhonatan Araújo Cantuário, Fernandes da Silva Souza, Abimael Silva Almeida, Hagaer Silva Lima e Dionantan Soares Belfort.

As autoridades policiais começaram a investigar a fraude no concurso da Polícia Militar do Tocantins depois que um aparelho celular foi localizado em um banheiro de um dos locais de provas, na cidade de Araguaína.

Participaram da ação equipes da Polícia Civil da 7ª Delegacia Regional de Santa Inês, da 8ª Delegacia Regional de Zé Doca e das cidades de Pio XII e Santa Luzia, além do 1º Distrito Policial da capital maranhense.

Todos os detidos foram apresentados nas respectivas delegacias e, posteriormente, encaminhados às unidades prisionais.

(Informações da SSP-MA)

Em Amapá do Maranhão, Polícia Civil cumpre mandado de prisão e apreende três armas de fogo

Nessa quarta-feira (20), a Polícia Civil do Maranhão, por meio da 8ª Delegacia Regional de Zé Doca, deu cumprimento ao mandado de busca e apreensão no município de Amapá do Maranhão, que fica à 209km da capital maranhense. O mandado foi expedido pela Comarca de Maracaçumé e representado pela autoridade policial daquela circunscrição.

O alvo do mandado seria uma residência na Avenida Tancredo Neves, Centro, na cidade de Amapá do Maranhão, onde residia Spartacus da Silva Melo, conhecido como Paco.

Durante o trabalho de buscas, foram localizadas duas pistolas (uma .380 e outra 7,65mm) e um revólver (calibre.38) municiados, uma quantia aproximada de R$ 160.000  e mais um veículo, marca BMW, de procedência duvidosa.

O suspeito foi autuado em flagrante e encaminhado à delegacia para os procedimentos cabíveis.

(Informações da SSP-MA)

Polícias Civil e Militar prendem suspeito de cometer homicídio e tráfico de drogas no Coroadinho

Em resposta rápida, um trabalho integrado entre as polícias Civil e Militar resultou, na tarde dessa quarta-feira (20), na prisão de Radney Silva Porto, conhecido como Lucky, 20 anos, suspeito de ter participado de um homicídio na região do Polo Coroadinho, em São Luís.

Policiais tomaram conhecimento de que, nas proximidades da Unidade Mista de Saúde do Bairro do Coroadinho, havia acontecido um homicídio. Informações anônimas foram relatadas ao Grupo de Serviço Avançado (GSA) do 1º BPM indicando que os autores do crime estariam escondidos em uma residência, localizada no Alto São Sebastião (Coroadinho).

Com apoio de uma equipe de Captura do 10º Distrito Policial do Bom Jesus foram realizadas buscas em algumas residências. Logo Lucky foi localizado dentro de uma cisterna. Além disso, na residência dos pais do suspeito, foram encontrados um revólver calibre.38, dois projéteis intactos, uma barra de maconha prensada e uma balança de precisão.

O suspeito assumiu participação no homicídio, vindo, ainda, a mencionar os nomes dos outros indivíduos que teriam praticado o crime. Ainda de acordo com o conduzido, o revólver apreendido teria sido uma das armas usadas para cometer o homicídio.

Dante dos fatos e de todo o material apreendido, o indivíduo foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil para que fossem tomadas as providências cabíveis.

(Informações da SSP-MA)

Sentença determina que município de Lago da Pedra execute plano de gerenciamento de lixo

Uma sentença da 1ª Vara de Lago da Pedra condenou o município à obrigação de criar e executar projeto de destinação final e tratamento ambientalmente adequados de resíduos sólidos, consistente na construção e efetivo funcionamento de aterros sanitários na cidade e no Povoado de Santa Tereza, observando-se o devido licenciamento ambiental, no prazo máximo de quatro meses. A sentença tem a assinatura do juiz titular Marcelo Santana Farias e, também, determina ao município a criação, no mesmo prazo, do Plano Municipal de Gerenciamento Integrado de Resíduos Sólidos, nos termos da Lei 12.305/2010 (Política Nacional de Resíduos Sólidos). A multa diária é de R$ 2 mil em caso de descumprimento.

A ação foi ajuizada pelo Ministério Público Estadual (MP-MA), afirmando que os resíduos sólidos produzidos no município de Lago da Pedra são depositados indiscriminadamente no lugar denominado ‘lixão’, tanto na cidade quanto na localidade Santa Tereza, fato público e notório em Lago da Pedra. O local citado, operado pelo município e por terceiros, recebe lixo de forma aleatória, sem qualquer seletividade. Segundo a ação, o município nunca foi dotado de aterro sanitário nem de outros mecanismos de destinação e disposição final ambientalmente adequados, revelando conduta omissa.

O MP também enfatizou que o lançamento de resíduos sólidos ou rejeitos “in natura” a céu aberto caracteriza evidente dano ambiental pela contaminação do solo, do ar e dos recursos hídricos subterrâneos, bem como pela proliferação de vetores de doenças e até mesmo pela contaminação de recursos hídricos de superfície, comprometendo o uso dos recursos naturais, além de desperdiçar recursos públicos na manutenção e despoluição desses locais. Em contestação, o município limitou-se a alegar ter criado o Plano Municipal de Gerenciamento de Resíduos Sólidos, que estaria sendo devidamente cumprido, tendo anexado, ao processo, uma cópia do referido plano.

O magistrado ressaltou o direito fundamental a um meio ambiente ecologicamente equilibrado, previsto na Constituição Federal, onde se insere diretamente a questão dos lixões, representando diretamente o interesse público. Ele entendeu que a situação da área é grave, concentrando focos de doenças e de devastação ambiental, considerando o desmatamento e a poluição do ar. “O município não demonstrou, em nenhum momento, a implantação de uma política efetiva no combate ao descarte indiscriminado de resíduos sólidos, tendo tão somente afirmado que o plano municipal está sendo cumprido. No entanto, o que se percebe é que o lixão é o mesmo há mais de quinze anos, não licenciado e desprovido de infraestrutura, o que destoa da própria defesa apresentada pelo município”, destacou.

(Informações do TJ-MA)

MPF-MA quer assegurar o direito do seguro-defeso a pescadores de camarões

O Ministério Público Federal no Maranhão (MPF-MA) propôs Ação Civil Pública contra o Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) por causa da não concessão de seguro-defeso aos pescadores impedidos de realizar pesca de camarões rosa, branco e sete barbas, pela Portaria Interministerial nº 75/2017.

Em dezembro de 2017, o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços e o Ministério do Meio Ambiente estabeleceram, por meio da portaria, medidas de ordenamento em relação às atividades pesqueiras de camarões na Costa Norte, o período defeso.

Segundo a portaria, está proibida a pesca de camarões na área de litoral compreendida entre a Guiana Francesa e a divisa dos Estados do Piauí e Ceará, entre 1º de janeiro e 30 de abril. No Maranhão, entretanto, o período se estende a 31 de maio, de acordo com o Art. 2º. A partir disso, os pescadores que ficaram impedidos de exercer a atividade pesqueira formularam pedido de seguro-defeso, contudo tiveram seus requerimentos impedidos pelo INSS.

A atuação do MPF teve início a partir de representação formulada pela Federação das Colônias de Pescadores do Estado do Maranhão (Fecopema), que narrou a impossibilidade dos pescadores exercerem sua atividade e a falta de tramitação do benefício, que os deixa em situação de desamparo.

A partir disso, o MPF-MA, em defesa dos direitos fundamentais dos cidadãos e da qualidade e eficiência dos serviços públicos postos pelo Estado, requer que o INSS receba e processe os pedidos de benefício do seguro-defeso fundamentados na Portaria Interministerial nº 75/2017, em toda a Costa Norte, no prazo de 45 dias.

(Informações do MPF-MA)

MP-MA aciona prefeito de São Bernardo por improbidade administrativa

A Promotoria de Justiça da Comarca de São Bernardo ingressou, no último dia 8, com uma Ação Civil Pública (ACP) por improbidade administrativa contra o prefeito João Igor Vieira Carvalho. A ACP baseia-se em recorrentes irregularidades encontradas no Portal da Transparência do Município.

Desde 23 de maio de 2017, o Ministério Público vem acompanhando a situação do Portal da Transparência de São Bernardo. Nesse período, foram encaminhadas, pelo menos, duas Recomendações ao prefeito, além de outros documentos, como pedidos de informações e ofícios circunstanciados.

Mesmo com as diversas tentativas da Promotoria, o portal nunca esteve plenamente adequado às especificações legais. As inconformidades foram apontadas tanto pelo Ministério Público quanto pelo Tribunal de Contas do Estado do Maranhão, que vem reprovando, continuamente, o Portal da Transparência de São Bernardo.

“O gestor foi alertado e recomendado inúmeras vezes das irregularidades graves presentes no Portal da Transparência e da necessidade de adoção de providências urgentes, ao longo de mais de um ano”, observa o promotor de Justiça Raphaell Bruno Aragão Pereira de Oliveira, ressaltando que o prefeito João Igor Carvalho “todas as vezes foi pessoalmente cientificado de seus deveres”.

O Ministério Público do Maranhão pede a condenação de João Igor Vieira Carvalho por improbidade administrativa, estando sujeito à perda da função pública, suspensão dos direitos políticos por três a cinco anos, pagamento de multa de até 100 vezes a remuneração recebida no cargo de prefeito e à proibição de contratar ou receber benefícios do Poder Público pelo prazo de três anos.

(Informações do MP-MA)

Polícia Federal apura esquema criminoso em Prefeitura de Torixoréu (MT)

A Polícia Federal iniciou, nesta quinta-feira (21/6), a Operação Pedra Preta com o objetivo de desmantelar esquema criminoso atuante na Prefeitura de Torixoréu (MT). Aproximadamente, 15 policiais federais cumprem um mandado de prisão e quatro mandados de busca e apreensão no município. As ordens judiciais foram expedidas pela Justiça Federal de Barra do Garças (MT).

As investigações tiveram início em 2015 para apurar os crimes de peculato, omissão na prestação de contas de recursos federais, fraude em licitação, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Provas obtidas apontam que o principal investigado, um agente público da Prefeitura de Torixoréu, fraudou licitação e desviou recursos de convênio da administração municipal, pagando a uma empresa contratada cerca de R$ 600 mil sem que qualquer obra tivesse sido realizada até fevereiro de 2015.

O suspeito contratou outra empresa e adquiriu diretamente os materiais e insumos necessários ao início da execução da obra, sem licitação, custeando o serviço com recursos diversos do convênio, inclusive com recursos próprios da prefeitura.

Com os valores desviados, o investigado comprou um imóvel rural de R$ 700 mil, registrando-o em nome de terceiro (laranja), consumado o crime de lavagem de dinheiro diante da ocultação/dissimulação e integração dos valores obtidos em razão dos crimes de peculato anteriormente comprovados.

O crime de organização criminosa foi caracterizado tendo em vista a engenhosidade levada a efeito pelos autores para o fim de consubstanciar os desvios aos cofres públicos e a evidente ordenação e divisão de tarefas entres os associados.

O agente público já foi indiciado em outros dois inquéritos da PF pelo desvio de recursos federais (peculato), por meio de pagamentos de obras não realizadas na mesma época.

O nome da operação remete à origem do nome do município de Torixoréu, onde os fatos criminosos foram consumados. Do idioma indígena bororo, a tradução da palavra significa “pedra preta”.

(Informações da PF)

Polícia Federal inicia 52ª fase da Lava Jato para investigar esquema de corrupção

A Polícia Federal iniciou, nesta manhã (21/6), a Operação Greenwich, 52ª fase da Operação Lava Jato. Nessa fase, as investigações avançam para a apuração de crimes praticados em prejuízo de subsidiárias da Petrobras, como a Petrobras Química S/A (Petroquisa). Mais uma vez o esquema criminoso identificado em várias oportunidades em contratações da Petrobras se repetiu também em suas subsidiárias.

Cerca de 40 policiais federais cumprem 11 ordens judiciais - um mandado de prisão preventiva, um mandado de prisão temporária e nove mandados de busca e apreensão. As medidas estão sendo cumpridas nas cidades do Rio de Janeiro, Recife e Timbaúba, as duas últimas no Estado de Pernambuco.

As informações e provas reunidas até o momento demonstram que o Grupo Odebrecht foi favorecido na obtenção de contratos, em troca de repasses de recursos a funcionários da empresa, quer seja por meio da entrega de valores em espécie, quer seja por meio de remessas para contas bancárias estabelecidas no exterior. As contratações eram direcionadas com o estabelecimento de parâmetros que só poderiam ser atendidos por empresas do grupo investigado.

As investigações apontam para a prática de diversos crimes como a fraude em processos de contratação das empresas das subsidiárias da Petrobras em favor do Grupo Odebrecht, corrupção, crimes financeiros e lavagem de ativos.

Os presos serão escoltados para a sede da Polícia Federal, em Curitiba (PR), onde permanecerão à disposição do Juízo da 13ª Vara Federal.

(Informações da PF)

Polícia Federal combate fraudes em licitação de obra do Rodoanel em São Paulo

A Polícia Federal iniciou, na manhã de hoje (21/6), a Operação Pedra no Caminho, que apura o desvio de recursos públicos em obras do Rodoanel – Trecho Norte.

São cumpridos 15 mandados de prisão temporária e 51 mandados de busca e apreensão, todos expedidos, a pedido da PF, pela 5ª Vara Criminal Federal de São Paulo, nas cidades de São Paulo (SP), Carapicuíba (SP), Arujá (SP), Bofete (SP), Ribeirão Preto (SP) e São Pedro (SP), no Estado de São Paulo e, também, em Marataízes e Itapemirim, no Estado do Espírito Santo.

O inquérito policial foi instaurado em 2016, após um ex-funcionário de uma empresa que atuou nas obras apresentar à Polícia Federal informações acerca de possíveis manipulações em termos aditivos dessa obra do Rodoanel, para aumentar o valor pago a empreiteiras, que já haviam vencido a licitação para realizar as obras.

As investigações apontam que aditivos contratuais, relacionados principalmente à fase de terraplanagem da obra, incluíam novos serviços para efetuar a remoção de matacões (rochas) misturados ao solo. As provas produzidas no inquérito policial indicam que era previsível a existência de matacões no solo e, portanto, o projeto inicial já se referia ao custo de sua remoção.

De acordo com os autos, no total, o acréscimo desses serviços teria ocasionado um sobrepreço de mais de R$ 131 milhões. Segundo perícia da PF e relatórios do Tribunal de Contas da União e da Controladoria Geral da União, em um dos cinco lotes onde houve aditivos relacionados a remoção dos matacões, houve apuração de sobrepreço da ordem de R$ 33 milhões.

Os investigados responderão, na medida de suas participações, pelos crimes de fraude à licitação, estelionato contra o Poder Público, falsidade ideológica e associação criminosa. Os presos permanecerão na sede da PF, em São Paulo, à disposição da Justiça Federal.

(Informações da PF)

Polícia Federal apreende carga ilegal de sardinhas em Florianópolis

A Polícia Federal prendeu em flagrante, na última terça-feira (19/6), no âmbito da Operação Escalada, realizada em conjunto com o Ibama e o ICMBio, dois indivíduos responsáveis por embarcação que realizava pesca ilegal nas proximidades da Ilha do Campeche. Eles haviam capturado e tinham, em tanques no porão do barco, grande quantidade de sardinhas vivas, pescadas em época de defeso, que ocorre entre 15/6 e 31/7 para tal espécie.

Também foram lavradas pelo Ibama autuações administrativas aos presos, que foram liberados após pagamento de fiança, bem como em face da empresa proprietária da embarcação de pesca industrial.

No curso do inquérito policial instaurado para completa apuração dos fatos, os referidos indivíduos responderão pela prática do crime capitulado no Art. 34. da Lei nº 9.605/98, cuja pena máxima pode chegar a 3 anos de prisão.

As sardinhas, após as autuações, foram soltas na natureza, no mesmo local da ocorrência.

(Informações da PF)

Polícia Federal prende homem por posse de imagens pornográficas com crianças

A Polícia Federal iniciou, nessa quarta-feira (20/6), a Operação Kik, sexta operação policial no ano, de repressão ao compartilhamento e à posse de imagens e vídeos com conteúdo de abuso sexual infantojuvenil, dessa vez praticada por usuário da “internet” residente em Florianópolis (SC).

Cinco policiais federais deram cumprimento a mandado de busca e apreensão, expedido pela Justiça Federal, cujo resultado final foi a prisão, em flagrante, de um homem por posse de material contendo pornografia infantojuvenil e a apreensão de equipamentos de informática em que foram encontrados mais de 1.000 arquivos com vídeos e fotografias dessa natureza.

As investigações foram iniciadas a partir de relatório produzido pela Polícia Federal, com base em informação recebida da Polícia do Canadá. Foi identificado um usuário que baixou e compartilhou mais de mil arquivos com imagens e vídeos de cunho pornográfico infantil. O suspeito utilizava “software” para compartilhamento dos arquivos com usuários do mundo todo.

O crime de compartilhamento de arquivos de pornografia infantil, previsto no Artigo 241-A do Estatuto da Criança e do Adolescente, é punido com pena de reclusão de 3 a 6 anos. Já o crime de posse de arquivos de pornografia infantil, tipificado no Artigo 241-B do mesmo estatuto, é punido com pena de reclusão de 1 a 4 anos.

(Informações da PF)

Polícia Federal combate a prática de crimes eleitorais em RR

A Polícia Federal iniciou, nessa quarta-feira (20/6), a Operação Ambitus com objetivo de apurar esquema criminoso de captação ilícita de sufrágio, a popular compra de votos, e associação criminosa nas eleições de 2016 para vereador, em Boa Vista.

Foram cumpridos três mandados de busca e apreensão em Boa Vista, deferidos pela Justiça Eleitoral após representação em Inquérito Policial.

A prova coletada pela PF aponta pagamentos de valores de R$ 100 na véspera das eleições de 2016 a eleitores que prometessem voto em favor do vereador investigado.

Os envolvidos responderão pelos crimes previstos nos artigos 299 do Código Eleitoral e 288 do Código Penal, que preveem penas de até sete anos de reclusão.

O nome da operação remete ao crime de corrupção política na Roma antiga.

(Informações da PF)

Polícia Federal prende casal de filipinos com droga oculta em fundos falsos de malas

A Polícia Federal apreendeu, entre os dias 18 e 19/6, no Aeroporto Internacional de São Paulo, cerca de 9kg de drogas com passageiros e dentro de encomendas aéreas.

Mais de 600 comprimidos de ecstasy foram apreendidos na segunda-feira (18/6), dentro de encomendas aéreas provenientes da Alemanha. Dois envelopes foram identificados com conteúdo suspeito por servidores da Receita Federal e levados à delegacia da PF para realização de perícia. Em um deles, que teria como destino o Estado de Minas Gerais, os peritos federais encontraram 300 comprimidos da droga e outros 360 comprimidos estavam endereçados à São Paulo.

Nesse mesmo dia, uma brasileira, de 24 anos, foi abordada por policiais federais, na fila do “check-in” de voo com destino à Espanha, para entrevista. Nervosa, a mulher confessou aos policiais que estava transportando droga dentro de sua mala, em um fundo falso. Conduzida à delegacia, a suspeita recebeu voz de prisão após os peritos federais identificarem a substância, cujo volume totalizou 5kg, como cocaína.

No fim da noite da última terça-feira (19/6), um casal de filipinos que pretendia embarcar para a Malásia foi conduzido à delegacia para acompanhar a revista em suas malas. As imagens do aparelho de raio-X, nas esteiras de bagagens, haviam indicado a existência de substância suspeita nas estruturas das bagagens. Em fundos falsos das duas malas do casal, foram encontrados mais de 3kg de cocaína. O casal, o homem de 32 anos e a mulher de 38, foi preso, em flagrante, por tráfico de drogas.

(Informações da PF)