quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Diplomação nesta sexta-feira

O Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão diploma em sessão solene que será realizada nesta sexta-feira, 19 de dezembro, os candidatos eleitos em 2014. A cerimônia ocorrerá a partir das 16h no Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana.

Os diplomas serão entregues pelos membros do TRE-MA e das Comissões de Propaganda e de Poder de Polícia. A Corte atualmente é formada pelos desembargadores eleitorais Froz Sobrinho (presidente), Guerreiro Júnior (corregedor), Eulálio Figueiredo (ouvidor), Clodomir Reis (diretor da EJE), Alice Rocha, Daniel Blume e Eduardo Moreira; Também participará da entrega a procuradora Carolina Mesquita da Hora, que substituirá no ato o procurador regional eleitoral Régis Primo da Silva.

Serão diplomados 80 candidatos, sendo: 1 governador, 1 vice, 1 senador (primeiro e segundo suplente), 18 deputados federais e 42 deputados estaduais, além do primeiro suplente de cada partido e/ou coligação.

Em nome da Justiça Eleitoral discursará o desembargador Froz Sobrinho e pelos diplomados o governador eleito Flávio Dino. 

A dinâmica da diplomação

Os diplomados serão chamados de acordo com a ordem de votação na urna eletrônica. Já os diplomandos aos cargos proporcionais serão chamados pela coligação e/ou partido que obteve maior número de candidatos eleitos e pela ordem decrescente de votação.

Nomes dos diplomados por cargo

DEPUTADOS ESTADUAIS

- Pela coligação Pra Frente Maranhão 2 (PMDB, DEM, PTB, PV, PT do B, PSC, PRTB e PR – 16 diplomados): Josimar Cunha Rodrigues, Andréa Trovão Murad Barros, Antonio Pereira Filho, José Roberto Costa Santos, Edilázio Gomes da Silva Júnior, Nina Ceres Couto de Melo, Leoarren Túlio de Sousa Cunha, José Max Pereira Barros (representado no ato pelo seu filho Gustavo Araújo Barros), José Adriano Cordeiro Sarney, Stênio dos Santos Rezende, Rigo Alberto Teles de Sousa, Rogério Rodrigues Lima, César Henrique Santos Pires, Marcus Vinícius de Oliveira Pereira, Fábio Henrique Ramos Braga, Hemetério Weba Filho e o suplente Camilo de Lellis Carneiro Figueiredo;

- Pela coligação Todos Pelo Maranhão 4 (PSB, PDT, Pc do B, PSDB – 9 diplomados): Humberto Ivar Araújo Coutinho, Ubirajara do Pindaré Almeida Sousa, José Arimatéa Lima Neto Evangelista, Fábio Henrique Dias de Macedo, Raimundo Soares Cutrim, Valéria Maria Santos Macedo, Marco Aurélio da Silva Azevedo, Sérgio Barbosa Frota, Othelino Nova Alves Neto e o suplente Rafael de Brito Sousa

- Pelo Partido Republicano Brasileiro (PRB – 3 diplomados): Glalbert Nascimento Cutrim, Ana de Nazaré Pereira Silva Macedo Mendonça, Jesuíno Cordeiro Mendes Junior e o suplente Antônio de Pádua Ferreira Barros;

- Pela coligação Força Jovem (PRP, PSDC e PTN – 3 diplomados): Francisco de Sousa Dias Neto, Alexandre Vicente de Paula Almeida, Paulo Roberto Almeida Neto e o suplente Marcos Antonio de Carvalho Caldas;

- Pela coligação Vamos Juntos Maranhão (PEN, PMN, PHS e PSD – 3 diplomados): Eduardo Salim Braide, José Carlos Nobre Monteiro (que será representado pelo senhor Márcio Vinnicius Prestes Andrade), Ricardo Tadeu Ribeiro Pearce e suplente José Benedito Pinto (que receberá, a pedido, o seu diploma na Secretaria do TRE em data posterior);.

- Pela coligação Mudança Para Um Novo Maranhão (PP, PROS, SD e PPS – 3 diplomados): Carlos Wellington de Castro Bezerra, Levi Pontes de Aguiar, Roberto Campos Filho e o suplente João Luciano Silva Soares;

- Pelo Partido Social Liberal (PSL – 2 diplomados): Edson Cunha de Araújo, Maria da Graça Fonseca Paz e o suplente Raimundo Nonato Gonçalves da Silva;

- Pelo Partido dos Trabalhadores (PT – 2 diplomados): José Inácio Sodré Rodrigues, Francisca Ferreira e o suplente Yglésio Luciano Moysés Silva de Souza.

- Pelo Partido Trabalhista Cristão (PTC – 1 diplomado): Edivaldo de Holanda Braga e o suplente Domingos Erinaldo Sousa Serra;

DEPUTADOS FEDERAIS

- Pela coligação Pra Frente Maranhão 1 (PMDB, DEM, PTB, PV, PRB e PR – 7 diplomados): Hildo Augusto da Rocha Neto, Cleber Verde Cordeiro Mendes, José Sarney Filho, Pedro Fernandes Ribeiro, Carlos Victor Guterres Mendes, João Marcelo Santos Sousa, José Alberto Oliveira Veloso Filho e o suplente Davi Alves Silva Júnior;

- Pela coligação Todos Pelo Maranhão 3 (SD, PP, PC DO B, PPS, PSDB e PSB - 5 diplomados): Eliziane Pereira Gama Ferreira, Rubens Pereira e Silva Júnior, José Reinaldo Carneiro Tavares, Waldir Maranhão Cardoso, João Castelo Ribeiro Gonçalves e a suplente Luana Maria da Silva Costa;

- Pela coligação Democrata Trabalhista (PSL, PSDC, PRP, PTN e PRTB – 2 diplomados): José Juscelino dos Santos Rezende Filho, Aluisio Guimarães Mendes Filho e o suplente Ricardo Ceppas Archer (representado no ato pelo senhor Ediviges Costa Ferreira);

- Pela coligação Por Um Maranhão Mais Forte (PEN, PMN, PHS, PSC e PT do B – 2 diplomados): André Luis Carvalho Ribeiro, Antonio da Cruz Filgueira Júnior (representado no ato pelo senhor José de Ribamar Mendes) e o suplente Ildon Marques de Souza;

- Pela coligação Pra Seguir em Frente com muito mais mudança (PT e PSD – 1 diplomado): José Carlos Nunes Júnior e o suplente Cláudio José Trinchão Santos (representado neste ato pela senhora Ellem Mara Teixeira de Sousa);

- Pela coligação Todos Pelo Maranhão 2 (PDT, PTC e PROS – 1 diplomado): Weverton Rocha Marques de Sousa e o suplente Julião Amin Castro;

SENADOR, VICE-GOVERNADOR E GOVERNADOR 

- Pela coligação Todos Pelo Maranhão (PP, SD, PROS, PSDB, PC do B, PSB, PDT, PTC e PPS): senador Roberto Coelho Rocha e os suplentes José Eleonildo Soares e Paulo Henrique Campos Matos; vice-governador Carlos Orleans Brandão Júnior e o governador Flávio Dino de Castro e Costa.

Flávio Dino, Brandão e Roberto Rocha serão diplomados nesta sexta-feira

Cerimônia será realizada no Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana


O Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA) realiza nesta sexta-feira (19) a diplomação do governador eleito Flávio Dino, do vice Carlos Brandão, do senador eleito Roberto Rocha e todos os parlamentares eleitos em 2014. A cerimônia de diplomação será realizada às 16h, no Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana.


Além do governador e vice-governador, e do senador, serão diplomados também 42 deputados estaduais, 18 deputados federais e o primeiro suplente de cada partido e/ou coligação. Ao todo serão diplomados 80 candidatos que concorreram ao pleito de 2014.

Caso Brunno Matos: acusados em liberdade

O Juiz Gilberto de Moura Lima da 2ª Vara do Tribunal do Júri de São Luis, assinou na manhã desta quinta-feira(18 de dezembro), revogoção das prisões de Humberto Marão  e do  Vigia João José Nascimento Gomes, os dois aparecem nas investigações como acusados na morte do advogado Brunno Matos e de duas tentativas de homicídio. 


Com esta decisão da justiça, Humberto e   o Vigia João José, estão fora da prisão. O Juiz alega "que os dois são primários e devem aguardar o julgamento em liberdade".

Brunno Matos, foi assassinado no dia 6 de outubro no bairro do olho'água em São Luís. O Advogado participava da festa da vitória do Senador Eleito Roberto Rocha do PSB. Outras duas pessoas sofreram tentativas de homicídio no local. 

Os três acusados no processo Diego Polary, Humberto Marão e João José Nascimento, vão a julgamento, só não tem data marcada.

PRF nas estradas

Policiais rodoviários realizaram em Imperatriz na BR-010, mais uma etapa da operação rodovida.  63 motoristas foram notificados pelo radar móvel, entre eles, o condutor de uma Camionete  Hilux que passou de todos os limites de velocidade.




O motorista dirigia o veículo com 177 km/H  e no momento do flagrante o trecho da rodovia estava molhado. O motorista foi notificado. Esta operação vai continuar em todo o Estado.

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Agora lascou: tráfico de crack dentro de uma bolsa de bebê

Em operação realizada na Vila Maranhão,  zona rural de São Luís, policiais do 5º DP do bairro Anjo da Guarda, apreenderam 110 trouxinhas de crack e uma pedra da droga, dentro de uma bolsa de bebê.


No momento da apreensão quatro pessoas estavam em um veículo celta, incluindo uma criança de apenas dois meses.

 
O pai do bebê Maxuel Leite da Silva,  a mulher dele de 17 anos e o motorista Melquizedec Santos Oliveira, foram presos.


O Conselho Tutelar foi avisado da operação do 5º DP. O Delegado Walter Wanderley, está nas investigações.

Jorge Pavão na presidência do TCE

O conselheiro João Jorge Jinkings Pavão foi eleito nesta quarta-feira (17), durante sessão extraordinária realiza no plenário Newton de Barros Bello Filho, presidente do Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE/MA) para o biênio 2015/16. 



Atual vice-presidente da Corte de Contas maranhense, Pavão assume o mandato a partir do dia 1º de janeirojuntamente com os conselheiros José de Ribamar Caldas Furtado, Raimundo Nonato Lago e Washington Oliveira que foram eleitos vice-presidente, corregedor e ouvidor, respectivamente. 

A eleição aconteceu de forma consensual e foi comandada pelo atual presidente, conselheiro Edmar Cutrim, cujo mandato encerra-se no próximo dia 31. Os conselheiros eleitos, após o anúncio do resultado, foram empossados de imediato por Cutrim. 

Esta será a segunda oportunidade na qual Jorge Pavão comandará o Tribunal – ele presidiu a Casa no biênio 2003/04. 

Em seu discurso, o próximo presidente da Corte de Contas garantiu que continuará trabalhando no sentido de fazer com que o Tribunal avance, cada vez, no processo de modernização de suas ações. 

Jorge Pavão agradeceu o apoio e confiança dos familiares, amigos, servidores da Casa, de seus colegas conselheiros e dos membros do Ministério Público de Contas. 

Ele fez questão de ressaltar o trabalho desenvolvido pela atual direção, comandada por Edmar Cutrim. “Nas duas gestões [2011/12 e 2013/14] do presidente Edmar o Tribunal de Contas avançou muito, se modernizou e, hoje, está mais próximo da sociedade cumprindo o seu papel de zelar pela transparência e boa aplicação dos recursos públicos. E é com foco neste tipo de gestão que iremos administrar a Casa a partir de janeiro”, afirmou. 

Membro mais recente do colegiado de conselheiros titulares do TCE, Washington Oliveira classificou como uma grande honra exercer o cargo de ouvidor. “Além disso, quero agradecer a colaboração dos meus pares e dos servidores que, diariamente e com muita competência, fazem esta Casa”. 

Avaliação semelhante fez Caldas Furtado que, pela primeira vez, assume cargo na direção do Tribunal. “Foi uma honra ter sido escolhido para vice-presidência. Continuaremos a trabalhar para fazer um TCE cada vez mais forte”. 

Balanço – Edmar Cutrim fez um balanço positivo das ações desenvolvidas nos últimos dois biênios nos quais ele comandou o Tribunal. 

“Só para se ter uma idéia, somente em 20013 e 2014 a Presidência recebeu mais de seis mil processos, sendo que deste total, 96% foram analisados e despachados. Isso mostra que, hoje, o TCE é um dos mais modernos do Brasil e sua eficiência também se dá em função de possuir um quadro de servidores extremamente qualificado”, disse. 

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Prefeitura paga segunda parcela do 13º salário nesta quarta-feira (17)

 A Prefeitura de São Luís informa que o pagamento da segunda parcela do 13º salário estará disponível a partir das primeiras horas desta quarta-feira (17). Os servidores receberam a opção de receber a gratificação integralmente ou em duas parcelas, a antecipação da primeira parcela foi feita no mês de outubro. O compromisso com a remuneração em dia dos servidores foi estabelecido pelo prefeito Edivaldo desde o início da atual gestão.

Os servidores municipais podem ter acesso às informações dos seus vencimentos em todos os terminais de auto-atendimento do Banco do Brasil, por meio do contracheque eletrônico. Basta acessar a opção Outros Serviços, escolher a opção Contracheque BB e depois informar o número da matrícula e o mês desejado do documento.

Além dos terminais do Banco do Brasil, a informação dos vencimentos também pode ser acessada através do site da Prefeitura de São Luís (www.saoluis.ma.gov.br), no Portal do Servidor, no menu esquerdo da home, inserindo a matrícula e a senha.

Curso de oficiais: Jefferson portela fala sobre o assunto

Indicado para comandar a Secretaria de Segurança Pública do Maranhão durante o governo de Flávio Dino, o delegado Jefferson Portela posicionou-se na manhã desta terça (16) sobre a polêmica acerca do curso de treinamento para coronéis da Polícia Militar do Maranhão a partir de 2015.

Trata-se de um edital publicado no site da PM no fim do governo Roseana Sarney que pretende que, a partir de 2015, metade dos coronéis da PM se afastem por 2 anos de suas atividades para fazer um curso de treinamento fora do Maranhão.

“No momento em que o sistema está em crise, nós não podemos prescindir de 50% do comando policial”, disse Jefferson Portela – e completou: “Nós precisamos é de mais policiais no comando, no planejamento, na execução das operações de segurança”.

O caso foi tratado na tribuna da Assembleia Legislativa pelo deputado Marcelo Tavares – que afirmou ser preciso ter bom senso para a realização dos cursos de aprimoramento, visto que metade do contingente policial não pode deixar o Estado ao mesmo tempo.

Os índices de insegurança no Maranhão aumentaram nos últimos anos. Segundo o Observatório da Violência, o número de homicídios aumentou 400% nos últimos 12 anos, ou seja, é cinco vezes maior que em 1992.

Segundo as informações da Equipe de Transição do atual governo, dos 24 coronéis do Maranhão, 12 estão inscritos no curso de férias que deve durar até 2 anos. O próximo secretário da pasta antecipou ainda que nesta terça o Coronel Alves (futuro comandante da Polícia Militar) solicitou conversa com o atual comando (Coronel Zanoni) para tratar formalmente sobre o caso.

“O Maranhão vive a pior crise de Segurança da sua história e precisamos de colaboração para trazer paz para o nosso estado. Na área de Segurança Pública, cada homem afastado faz falta,” afirmou Portela.


Idoso que matou jovem no Cohafuma será julgado nesta quinta (18)

Será submetido a júri popular nesta quinta-feira (18), o idoso Veudacy Guterres Cavalcante, 77 anos, acusado do assassinato do jovem Marcelo Henrique Freitas Gusmão, 22 anos, no início da tarde do dia 31 de julho de 2013, em um ponto de ônibus, na Avenida Jerônimo de Albuquerque, no Cohafuma, próximo ao condomínio onde morava o acusado e onde a vítima residia com a família. O julgamento será às 8h30, no 2º Tribunal do Júri de São Luís, no primeiro andar do Fórum Desembargador Sarney Costa (Calhau).

A sessão de julgamento será presidida pelo juiz titular da 2ª Vara do Tribunal do Júri, Gilberto de Moura Lima. A acusação ficará com o promotor de Justiça Rodolfo Soares Reis e a defesa com o advogado Herivelton Lago.

Veudacy Guterres Cavalcante, viúvo, também conhecido como Funaro, na época do crime foi preso e recolhido à Unidade Prisional de Ressocialização (UPR) do Olho-d'Água. De acordo com a decisão de pronúncia, ele assassinou Marcelo Henrique Freitas por vingança. No ano anterior o réu fora condenado a seis anos e meio de reclusão pela prática de atentado violento ao pudor cometido em maio de 2004 contra a vítima, que na época tinha apenas 13 anos.

Conforme a acusação do Ministério Público, o acusado desferiu três tiros de arma de fogo contra Marcelo Henrique, que se encontrava em um ponto de ônibus, próximo ao condomínio onde morava. O jovem morreu no local.

Consta na denúncia que o acusado desceu de um ônibus coletivo e, ao notar a presença da vítima, dirigiu-se a ela e passou a discutir com a mesma. Veudacy distanciou-se um pouco, mas, de imediato, aproximou-se novamente e efetuou um tiro de revólver calibre 38, mas a arma falhou. O réu atirou mais duas vezes, atingindo o tórax e as costas do jovem que caiu, sendo que o denunciado desferiu um terceiro tiro que também atingiu as costas do rapaz.

Após o crime, Veudacy Guterres saiu do local e foi para o seu apartamento, onde foi preso em flagrante por policiais militares, tendo confessado a prática do homicídio, entregando, inclusive, a arma do crime, que estava sobre um móvel da sala.

Interrogado em juízo, o acusado afirmou que matou a vítima por que há quatro anos o jovem o vinha ameaçando, mas afirmou não ter registrado na polícia nenhuma das ameaças. Disse que andava armado porque tinha medo de morrer e que a arma que utilizou não era legalizada. Negou ter premeditado o crime.

As informações são do Tribunal de Justiça.

Pai e mãe do Presidente da Adepol Maranhão são assaltados

O próprio Presidente da Associação dos Delegados da Polícia Civil Maranhense, Marconi Lima, procurou o plantão do Cohatrac para  fazer à queixa. 


Três bandidos invadiram a casa dos pais do Delegado, pelas primeiras informações, levaram 18 mil reais em dinheiro, jóias e equipamentos eletrônicos.  Dois assaltantes teriam ficado do lado de fora do imóvel. A casa dos pais do Presidente da Adepol fica na Vila Bob Kenedy, município de Paço do Lumiar.  Até agora nenhuma pista da quadrilha. Três  pessoas estavam na casa.

Depois da cominicação por meio de ocorrência, policiais civis iniciaram o trabalho de investigação com o objetivo de localizar o bando.

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Tragédia no Piaui

Meio Norte
 Atualizado às 11h:56Cerca de 44 pessoas morreram às 09h:30, na BR-316, a 2 km de Monsenhor Gil entre uma colisão frontal entre um ônibus da empresa Transbrasiliana e um caminhão tanque.O cabo Gonçalo Batista dos Santos, da 2 Companhia da Polícia Militar de Curralinhos, afirmou que o caminhão tanque ia no sentindo Teresina ao sul do Estado e o ônibus ia no sentido Goiânia – Teresina. “Quando chegamos aqui o fogo estava muito alto e não achamos sobreviventes.

 
O motorista do ônibus estava com uma lesão na cabeça, mas estava consciente junto com uma criança de 5 anos que foi sacada do ônibus e sobreviveu por um milagre”, declarou o cabo.Segundo ele, o motorista do ônibus disse que o veículo ia com aproximadamente 45 pessoas.

. A criança e o motorista do ônibus foram levados para atendimento médico no Hospital de Urgência de Teresina (HUT).

"Márcio Patrão" fora da cadeia

Marcio de Jesus Mendes, conhecido como "Márcio Patrão", suspeito de integrar uma quadrilha de traficantes em São Luís, se não já foi, será colocado em liberdade nas próximas horas.


Márcio, foi preso pela Seic no mês de março deste ano no Bairro  de Fátima. Durante tiroteio antes da prisão,  à mulher do suspeito morreu, Liliane Vilas Boas, que estavam grávida de cinco meses.

Durante o plantão do fim de semana, o Desembargador Antônio Guerreiro Jr,  decidiu liberar Márcio Patrão, que deve sair da prisão ainda nesta segunda-feira(15 de dezembro) do sistema penitenciário da capital maranhense.


Márcio de Jesus Mendes, é muito conhecido nos municípios da ilha, principalmente no Bairro de Fátima.

Suspeito de matar homem na BR-135 é preso

joubert

Um homem identificado como Joubert Bruno da Cunha Silva Nascimento, de 26 anos, foi preso na noite deste sábado (13) apontado como o principal suspeito de assassinar Renato Carlos Rodrigues Cardoso, que era morador da BR-135.

Joubert estava na companhia de outros quatro elementos e teriam cometido um furto nas proximidades do bairro da Estiva. Durante a fuga, eles acabaram entrando no quintal da casa da vítima e o surpreenderam com dois tiros.

O homem foi conduzido para o 6º Batalhão da Polícia Militar, na Cidade Operária.  Joubert Bruno da Cunha Silva Nascimento foi autuado pelos crimes de homicídio e tráfico de drogas.

Histórico

No dia 19 de outubro deste ano, Joubert já havia sido detido por envolvimento com o tráfico de drogas. Após denúncias de populares, a polícia foi até uma residência na Vila Cascável, onde encontraram 3 trouxinhas de cocaína, 1 trouxinhas de maconha e a quantia de R$ 510.

Do portal Gazeta da Ilha.

São Luís é a segunda cidade brasileira com o maior número de registros de homicídios

De O Imparcial

Mais de 1.000 homicídios já foram registrados somente esse ano na Região Metropolitana de São Luís. O número foi indicado segundo dados divulgados pela Secretaria de Segurança Pública (SSP), e aponta 2014 como o ano mais violento da capital maranhense. Segundo o balanço oficial da Secretária de Segurança, em 2013, foram mais de 807 homicídios, enquanto em 2012 foram registrados 635.

O alto índice de assassinatos contabilizados esse ano na capital, tem criado um clima de insegurança entre a população, pois a cada mês a estatística aponta que a violência cresca cada vez mais. Somente em novembro, o mês mais violento até o momento, 103 pessoas foram vítimas de assassinato na cidade. Segundo uma pesquisa realizada pelo Observatório da Violência,São Luís é a segunda capital brasileira com maior aumento nos registros de homicídios em todo o país, um crescimento de 400% na última década.

A cidade já figura desde 2011 entre as trinta cidades mais perigosas do mundo, segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), ocupando atualmente a décima quinta colocação. A pesquisa também mostra que as vítimas desse crime são, em maior parte, homens (98%) e negros (85%). Outro aspecto desse tipo de crime levantado é o uso de armas de fogo, que chega a 54% nos homicídios praticados em todo o Maranhão, sendo que 74% dos crimes no estado são cometidos em São Luís.

Diante desse cenário, O Imparcial conversou com entidades, agentes públicos e pessoas ligadas aos Direitos Humanos, para saber o porquê do aumento significativo no número de homicídio, como esse quantitativo tem causado uma sensação de insegurança entre os moradores da capital e o que pode ser feito para inibir a violência em São Luís.

Para Zema Ribeiro, diretor da Sociedade Maranhense de Direitos Humanos, entidade independente que busca discutir, fiscalizar e defender a garantia dos direitos humanos no estado, o atual cenário da violência no estado é reflexo de uma política de segurança ineficiente pelo governo. “O que nós estamos vendo hoje não só em São Luís, mas em todo o estado do Maranhão é o resultado da ineficácia do Estado no controle da criminalidade. O governo acreditou que colocando apenas policiais nas ruas a segurança do cidadão já estaria garantida.”, declarou. Ele também ressaltouquea explosão de assassinatos dentro do Complexo Penitenciário de Pedrinhas é uma das provas que a violência em São Luís está em um nível descontrolado.

Já para Luís Antônio Pedrosa, presidente da Comissão de Direitos Humanos da Ordem de Advogados do Brasil (OAB), o cenário é assustador e precisa de mais atenção. “O cenário atualé apavorante, principalmente quando se observa o número de assassinatos que a capital vem registrando, o que a coloca, inclusive, entre as cidades onde houve o maior aumento no número de homicídios no país.”. Para Pedrosa é preciso haver uma reformulação profunda no próprio conceito de segurança pública. “A segurança pública deve se articular com outras políticas públicas. Educação, saúde, cultura. A violência não pode ser tratada de forma isolada. Outro grande erro do governo do Maranhão foi acreditar que um trabalho repressivo da polícia diminuiria a criminalidade, o que não aconteceu. Deve-se ter uma polícia preventiva, que se articule com a comunidade, que busque de forma inteligente combater principalmente o tráfico. O modelo de segurança atual no Maranhão é arcaico e perigoso”, finalizou.

Jhonatan Soares, de 25 anos, conhece bem essa realidade. Morador do bairro da Cidade Olímpica, localidade com um dos maiores índices de homicídios da capital, ele convive diariamente com as mortes germinadas pelo tráfico de drogas e a guerra entre policiais e criminosos. Jhonatan é Conselheiro Tutelar e tenta juntamente com a Pastoral da Juventude, ligada a Igreja Católica, mudar essa esfera tétrica e repleta de selvageria. “A atual gestão tem criado uma política de repressão que gera medo nos moradores de bairros da periferia. Nós que moramos nessas regiões temos medo da polícia, que ao invés de trazer segurança, nos apresenta a morte, pois os policiais acabam tratando toda e qualquer pessoa da região como bandido. Isso nos coloca em uma linha tênue entre o tráfico e a polícia.”, elucidou Jhonatan.

Quem também lamenta o atual cenário da criminalidade na capital maranhense é o arcebispo de São Luís, dom Belisário, que vê na escalada da violência a ausência de políticas públicas principalmente para os jovens. “As principais vítimas dos assassinatos no país são jovens, pobres, negros e do sexo masculino. Há um verdadeiro extermínio dessa população, e isso ocorre principalmente porque não há educação, não há emprego e melhores oportunidades para esses jovens, o que acaba fazendo com que o mundo do crime e do tráfico se torne algo realmente atrativo.”, declarou. Sobre o trabalho realizado pela igreja Católica, o arcebispo ressaltou: “Nós temos muitos grupos ligados à igreja que fazem trabalhos com esses jovens, muitos dos que coordenam esses grupos são das periferias e conhecem a realidade, mas o trabalho precisa ser mais amplo, deve integrar outros setores. A sociedade precisa participar diretamente e não exclui-los se quiser realmente vencer a criminalidade”.

É preciso ressaltar que, desde janeiro de 2013 até o encerramento desta edição de O Imparcial, já aconteceram 2037 casos de homicídios na Grande São Luís sendo que, dos 50 casos de linchamento no Brasil, 22 foram na capital maranhense. O bairro com mais registros de assassinatos é a Cidade Olímpica, com 80 casos, seguido do Coroadinho, Liberdade e Vila Embratel.

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

PM acaba festa do bonde

Festa organizada pela facção  criminosa bonde dos 40, recebe visita de uma grande quantidade de policiais militares. Uma revista geral foi feita no local, cerca de 100 pessoas estavam em numa casa da avenida Santos Dumont entre os bairros do Anil e São Cristovão.


Seria uma festa de confraternização, integrantes da quadrilha de várias partes da ilha, estavam no ambiente, quando os policiais chegaram, todos tiveram que ficar deitados para o trabalho de revista da polícia.



Agora, entra em ação os investigadores da Polícia Civil. Uma triagem será  feita para saber quantos tem mandados de prisão para cumprir.  Quem ficar na prisão deve ser transferido para à SEIC. Drogas foram apreendidas no local.