Blog do Marcial Lima - Voz e Vez

sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Cultura é prioridade...

Marcial Lima sai em defesa da valorização dos artistas maranhenses
 
“O artista tem que ser tratado com responsabilidade”. A afirmação de Marcial Lima, candidato a vereador de São Luís pelo Partido Ecológico Nacional (PEN), representa bem a sua preocupação com os artistas e grupos folclóricos da capital. Por muitas vezes, estes profissionais são “esquecidos” pelo Poder Público na hora do pagamento dos seus respectivos cachês.
 
“É preciso discutir a valorização da cultura maranhense. Não se admite que o artista ou brincadeira se apresente nos eventos organizados pela Prefeitura de São Luís e não receba seus cachês em dia. Alguns ficam até oito meses aguardando o pagamento dos valores acertados por meio de contrato com o município. É uma verdadeira peregrinação e falta de respeito”, disse Marcial.
 
Em sua longa trajetória no jornalismo e no radialismo comunitário, Marcial Lima já ouviu inúmeras reclamações de artistas sobre tal situação. Por isso, é fundamental que o assunto seja discutido na Câmara Municipal com o objetivo de profissionalizar a cultura em São Luís conseguindo, assim, criar mais empregos.
 
“Se ele trabalhou, fez a apresentação, ele tem que receber o cachê, que é uma forma de pagamento. Nós temos que discutir este assunto na Câmara. É preciso criar um Projeto de Lei responsabilizando quem contratou, no caso o Poder Público. É preciso ter muita responsabilidade social para profissionalizar a cultura e criar emprego e renda”, explicou o candidato a vereador pelo PEN.

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Poesia matuta de luto

Poeta paraibano morre em Campina Grande.


O poeta paraibano José Laurentino faleceu na tarde desta quinta-feira, 15, no Hospital Santa Clara, em Campina Grande.



Segundo informações, Zé, como era conhecido, estava enfrentando um câncer no fígado, que causou o óbito.


Nascido em 11 de abril de 1943, na cidade de Puxinanã, José Laurentino da Silva publicou várias obras, dentre elas: Sertão, humor e Poesia [5 edições/1990]; Meus Versos Feitos na Roça;Carta de Matuto; Na Cadeira do Dentista; Poesia do Sertão; Dois Poetas Dois Cantares [Parceria Edvaldo Perico]; A Grande História de Amor de Edmundo e Maria (Cordel); Poemas, Prosas e Glosas [1988]. (maria do socorro cardoso xavier)”.Foto: Leonardo

Grande parte de seus poemas coloca em evidência o cotidiano da vida sertaneja nordestina, onde usava a linguagem característica “do matuto”.

FONTE: Da Redação 


quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Radialista Marcial Lima convida para reunião no auditório do SINRAD-MA


O radialista e jornalista Marcial Lima, candidato a vereador em São Luís, fará uma reunião para apresentar propostas e manter diálogo com a categoria no auditório Mauro Bezerra, localizado na sede do Sindicato dos Radialistas do Maranhão.

A reunião acontecerá no dia 16 de setembro às 16h.

Informações: 3221-5237

quinta-feira, 8 de setembro de 2016

Crescem assaltos a ônibus

O número de assaltos a ônibus em São Luís, referentes ao período que compreende os meses de janeiro a agosto, têm aumentado nos últimos anos na capital.

Em 214, foram 298 assaltos no período. Em 2015, 310 assaltos e neste ano foram registrados 426 assaltos de janeiro a agosto.

No que diz respeito ao relatório que compreende os 12 meses do ano, a marca também não é nada favorável ao Sistema de Segurança Pública.

De janeiro a dezembro de 2014, foram registrados 366 assaltos a ônibus na Região Metropolitana de São Luís.

Do blog do Gilberto Leda

terça-feira, 6 de setembro de 2016

Rotina comercial alterada no feriado

Por causa do feriado dos dias 7 (Independência do Brasil) e 8 de setembro (aniversário de São Luís), a rotina na cidade será alterada. Alguns estabelecimentos comerciais funcionarão em horário diferenciado, enquanto outros não atenderão o público.

Os estabelecimentos bancários ficaram fechados. Além disso, a categoria iniciou hoje uma paralisação, o que também vai comprometer o atendimento aos clientes nos próximos dias. As lojas da Rua Grande também ficarão fechadas nos dias 7 e 8. Já os supermercados funcionarão nos dois dias normalmente, de 7h às 22h, conforme informou a Associação Maranhense de Supermercados.

Shoppings
Os shoppings da cidade também terão o horário de funcionamento alterados nos dias 7 e 8 de setembro. No Shopping da Ilha, as lojas e quiosques estarão fechados enquanto que a praça de alimentação e a área de lazer funcionarão das 12h às 22h.

No Rio Anil Shopping, as lojas e quiosques também estarão fechadas. A academia de ginástica vai abrir de 9h às 13h; as Lojas Americanas, de 12h às 20h; a área de lazer, de 12h às 22h; e a Praça de Alimentação, também de 12h às 22h. Já no São Luís Shopping, as lojas e quiosques ficarão fechados, enquanto que os espaços de lazer e alimentação atenderão ao público.

No Pátio Norte Shopping, as lojas estarão fechadas, funcionando apenas a praça da alimentação, o cinema, as lojas Americanas e o supermercado. Já no dia 8 o funcionamento será normal. O Tropical e o Monumental Shopping informaram que estarão fechados nesses dois dias. Já o Jaracati Shopping, até a tarde de ontem, ainda não havia informado como ficará o seu funcionamento durante o feriado.

Órgãos estaduais estarão fechados; sexta é facultativo para a Prefeitura

O Governo do Maranhão informou que, em virtude do feriado nacional da Independência do Brasil, no dia 7, suspenderá as atividades dos servidores públicos estaduais, com exceção daqueles que prestam serviços considerados de natureza essencial.

Na quinta-feira, dia 8, Aniversário de São Luís e feriado municipal da natividade de Nossa Senhora, não haverá expediente apenas nos órgãos estaduais que funcionam no âmbito da capital maranhense. A exemplo do dia anterior, os serviços considerados de natureza essencial serão mantidos.

Com informações de O Estado

segunda-feira, 5 de setembro de 2016

Suspensão dos direitos políticos, inelegibilidade e inabilitação para o serviço público

Por Flávio Braga* – De início, assevere-se que o ordenamento constitucional pátrio veda expressamente a cassação de direitos políticos, admitindo, tão somente, as situações de perda ou suspensão. Conforme prescreve o artigo 15 da Constituição Federal, o nacional perderá os seus direitos políticos no caso de cancelamento da sua naturalização (perda da nacionalidade brasileira). E terá decretada a suspensão dos seus direitos políticos na ocorrência de incapacidade civil absoluta enquanto durar a interdição, condenação criminal transitada em julgado, recusa de cumprir obrigação a todos imposta e condenação por improbidade administrativa. A perda acarreta a privação definitiva dos direitos políticos. A suspensão ocasiona a privação temporária dos direitos políticos.

Na seara do direito eleitoral, quem estiver com direitos políticos suspensos não pode participar da vida política da Nação. Como a sua inscrição eleitoral é suspensa, não poderá filiar-se a partido político, votar e ser votado.

De sua vez, o fenômeno da inelegibilidade consiste na ausência de capacidade eleitoral passiva do cidadão, isto é, na impossibilidade jurídica, definitiva ou temporária, de ser votado para um ou mais cargos eletivos. Todavia, a nódoa da inelegibilidade não alcança o exercício dos demais direitos políticos, como o ato de votar, manter filiação partidária e integrar órgãos de direção das agremiações políticas.

O regime jurídico das inelegibilidades tem o desiderato de tutelar a probidade administrativa, a moralidade para o exercício de mandato, a normalidade e a legitimidade das eleições. Somente a Carta Constitucional e a legislação complementar podem tipificar situações de inelegibilidade. As restrições que acarretam inelegibilidade têm natureza de legalidade estrita, ou seja, não podem ser interpretadas de forma extensiva, a ponto de alcançar situações não previstas na legislação de regência. Induvidosamente, a imputação de inelegibilidade é tema que provoca intensas pelejas judiciais ao longo da fase de registro de candidaturas.

Por seu turno, o instituto jurídico da inabilitação para o serviço público, introduzido no ordenamento constitucional desde 1891, consiste no impedimento ao exercício de cargos públicos, empregos públicos, funções públicas e mandatos eletivos. É uma sanção aplicável aos chefes do Poder Executivo condenados pela prática de crimes de responsabilidade.

A inabilitação para o serviço público não se confunde com as causas de inelegibilidade e de suspensão dos direitos políticos. No caso de Fernando Collor, por exemplo, ele conservou a condição de eleitor durante os oito anos de inabilitação, mas ficou impossibilitado de ser votado ao longo de todo esse lapso temporal.

Consoante a redação expressa do artigo 52, parágrafo único da CF/88 e a pacífica jurisprudência do STF, as penas de perda do cargo e de inabilitação devem ser aplicadas em conjunto, visto que as mesmas são autônomas, sem relação de acessoriedade entre si.

Advogado, especialista em Direito Eleitoral


Extraído do blog do Gilberto Léda

domingo, 4 de setembro de 2016

Parabéns Papão do Norte...

Um domingo histórico para o Moto Club de São Luís, que garantiu classificação para a série C do campeonato brasileiro de 2017. O Papão do Norte, venceu o Atlético Acreano por 2 a 1.  

 
Parabéns, o futebol maranhense ganha com esta conquista do Moto. Agora, vamos torcer também para o Sampaio melhorar sua participação na série B, o tricolor venceu o  Náutico por 4 a 3 no sábado. O povo maranhense gosta de futebol. Avante Papão do Norte.

Marcial Lima avalia campanha eleitoral e caminhada para Câmara

Do blog do Jorge Aragão

O jornalista e radialista Marcial Lima do grupo Mirante de comunicação, gravou um vídeo fazendo uma avaliação dos 15 primeiros dias de sua campanha eleitoral para a Câmara de Vereadores.

Marcial Lima é candidato a vereador pelo PEN e será a primeira vez que disputará um pleito eleitoral. A estratégia do diálogo e corpo a corpo está sendo adotada pelo “moedor”, nome conquistado pela sua trajetória no jornalismo maranhense. Acompanhe o vídeo e o recado de Marcial Lima para o eleitor da capital maranhense.

quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Após impeachment e posse, senadores aprovam MP do setor agrícola

Cerca de uma hora e meia após a sessão do Congresso Nacional que deu posse ao presidente Michel Temer, o plenário do Senado já estava reunido novamente para votação de uma medida provisória. Os senadores entraram em acordo e aprovaram a MP 725, que permite a emissão de Certificado de Direitos Creditórios do Agronegócio (CDCA) e de Certificado de Recebíveis do Agronegócio (CRA) com correção pela variação cambial de outras moedas.

O texto foi aprovado conforme enviado pelo Poder Executivo, ainda no governo de Dilma Rousseff, e foi relatado pelo senador Ronaldo Caiado (DEM-GO). Como não sofreu modificações, a matéria seguiu para promulgação.

Senadores da base do governo de Michel Temer queriam que também fossem votadas hoje as MPs 726 e 727, porque elas vão perder a validade no dia 8 de setembro. Mas, como não houve acordo no plenário, elas foram lidas e passaram a trancar a pauta, mas não foram votadas.

A próxima sessão deliberativa do Senado está marcada para o dia 8, quando as MPs terão prioridade na votação. No entanto, o novo governo terá de garantir quórum no plenário, já que a data é uma quinta-feira, logo após o feriado de Independência.

Edição Armando Cardoso

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Programa do Moedor - 20 - Na íntegra

Mesmo com tantos eventos de campanha, Marcial Lima ainda consegue tempo para moer em seu programa de rádio na internet. Fala de muitas situações atuais, inclusive com matérias jornalísticas direto de algumas comunidades. Ouça!