Publicidade

Publicidade

terça-feira, 1 de setembro de 2015

Terça-feira para não ficar na história..

Uma terça-feira(1º de setembro) de muito trabalho para o pessoal do IML de São Luís e investigadores da Polícia civil. Da madrugada até o início da noite, foram vários assassinatos na ilha.

Os homicídios foram registrados no São Cristovão, Renascença, Cidade Operária, Avenida Kennedy e na comunidade do Funil na saída da capital maranhense.

Segundo informações da polícia, a maioria das vítimas tinha envolvimento com crimes na ilha. Nesta quarta-feira, será divulgado um relatório sobre todos os casos.  

Na terça-feira mais violenta de 2015, mataram gente no estacionamento de um shopping da cidade no Renascença, em uma lanchone da Cidade Operária e praticamente dentro de uma loja na Avenida Kennedy. Quase todos os crimes em locais movimentados da ilha. 

Versão do Presidente do Sampaio Corrêa


SergioFrota

O presidente do Sampaio, Sérgio Frota esclareceu no site do clube detalhes sobre a venda do terreno onde está instalado o Centro de Treinamentos. Ele confirma a venda pelo montante de R$ 4 milhões 750 mil reais, mas não diz quantos hectares foram vendidos, mas que o Sampaio ficou com 5 hectares. A operação até então desconhecida levou torcedores e imprensa a cobrar esclarecimento por parte do clube.

O episódio da invasão do terreno do Sampaio trouxe à tona dois aspectos que eram desconhecidos por todos nós. O primeiro a venda do próprio terreno que somente ontem foi esclarecida pelo presidente Sérgio Frota.

O outro aspecto importante diz respeito a utilização de parte desses recursos. Sempre ouvi Sérgio Frota afirmar que tirou dinheiro do bonso, mas ele mesmo esclarece que em 2012 utilizou os recursos da venda do terreno para conquistar o acesso. Com isso, Frota não pode mais dizer que tirou dinheiro do bolso. Pode até ter feito isto, mas já recebeu o seu de volta, ou pelo menos boa parte deles. Isto para nem falar nas rendas poupudas nos últimos três anos. Veja o que Sérgio Frota revelou no site do Sampaio:

“Estão tratando o caso como um fato nebuloso. Fizemos um contrato, sim, com a empresa Hispamix e foi justamente esse acordo financeiro que viabilizou a campanha exitosa do time em 2012. Do montante envolvido na negociação, recebemos R$ 2 milhões em dinheiro, que investimos no departamento de futebol do clube – não à toa, conquistamos a Série D invictos. Ficamos com 5 hectares do terreno (que só ainda não estão em nome do clube, porque só este ano obtivemos a negociação de todas as nossas dívidas), pelo valor de R$ 1 milhão e 750 mil, e a Hispamix ainda nos deve R$ 3 milhões, que serão utilizados para fazer uma grande reestruturação no nosso Centro de Treinamento, com alojamentos, campos de futebol, quadra poliesportiva, área de vivência para integrar o sócio, além de restaurantes e outros benefícios. O único impasse que existe entre o Sampaio Corrêa e a empresa, o que justifica o atraso no início das obras, é uma discordância em relação ao projeto. Pois na parte do terreno que cabe à Hispamix, será construído um condomínio que também beneficiará o clube com sua estrutura. E nós não concordamos com os projetos até então apresentados. Razão pela qual, inclusive, não achamos conveniente fazer uma divulgação desse acordo, sem ter uma concepção concreta em mãos”, disse.

Não sei se está tudo explicado nesta nota, mas esse é o esclarecimento do Sampaio.

Bom dito isto, nem vou publicar o restante da matéria que na verdade reproduz aquele velho chororô que já estamos cansados, além é claro do também cansado discurso de perseguição ao Sampaio.

O importante era esse esclarecimento, agora cabe ao torcedor do Sampaio aceitar ou não a versão dada pelo seu presidente.

Foto: Site do Sampaio.

Cinema na programação do aniversário de São Liis

Cine Teatro da Cidade recebe mostra de cinema na programação dos 403 anos de São Luís
A Prefeitura de São Luís dá início, nesta quarta-feira (2), às comemorações de aniversário da capital maranhense com programação cultural diversificada. Shows musicais, apresentação de manifestações culturais, celebrações religiosas, festival de arte urbana e festival de folclore vão integrar as festividades até o dia 12 de setembro, em diversos locais.

No Cine Teatro da Cidade acontecerá o Festival de Cinema Avanca - São Luís, com sessões gratuitas às 17h e 19h, nestas quarta-feira (2) e quinta-feira (3). Ao todo, serão exibidas 16 produções audiovisuais em curta, média e longa-metragem de diversos países, como Chipre, Rússia, Jordânia, Irã, Taiwan, México, Portugal entre outros.

Para o diretor do Cine Teatro da Cidade, André Lobão, realizar o festival no equipamento cultural da Prefeitura atende a uma das metas da gestão do prefeito Edivaldo, que é ampliar o fomento à produção audiovisual local e possibilitar o acesso a filmes de qualidade. "A cidade vive uma efervescência de festivais de cinema, como o Guarnicê, o Maranhão na Tela, a Mostra de Cinema e Direitos Humanos, entre outros. O contato com a produção audiovisual de outros países estimula a sensibilidade dos criadores e cineastas locais a buscarem novas referências de linguagem", disse Lobão.

Avanca é uma localidade do Distrito de Aveiro, em Portugal. Lá, o festival já está em sua décima nona edição e tem a curadoria do professor Antônio Valente. A realização do festival em São Luís é uma parceria do Cine Teatro da Cidade, equipamento cultural da Prefeitura, com o cineasta, produtor e professor Francisco Colombo, que cursa o mestrado em Comunicação Multimedia, na Universidade de Aveiro.

"Em conversa com o curador do festival, me coloquei à disposição para trazer uma síntese da mostra de cinema que acontece lá como forma de fazer circular essa produção audiovisual aqui no Maranhão e possibilitar essa troca cultural tanto no que diz respeito à linguagem audiovisual, o jeito de fazer cinema em outras regiões, como também o aspecto da formação cultural do público ao ter contato com a diversidade dos aspectos culturais de outros países", ressaltou Colombo.

DIVERSIDADE

O público que for conferir os filmes poderá estranhar algumas palavras com significado diferente em outros países de língua portuguesa. "Em Portugal, por exemplo, chamar uma mulher de rapariga não é uma ofensa, como acontece aqui no Brasil. Esse contato multicultural com as línguas e comportamentos dos povos de outros países é uma questão sobretudo educacional, de formação cultural", lembrou Francisco Colombo.

Francisco Colombo também destacou a qualidade de alguns filmes e animações, como o filme "Artista de Rua", do diretor jordaniano Mahmoud Hindawi. O curta-metragem descreve um velho artista que, apesar do incrível talento, está desiludido e precisa de inspiração.

"Acredito na ideia de que cultura é movimento e o festival vem oferecer isso também para a população de São Luís. Para quem é envolvido com arte, poder realizar o festival é também uma forma de contribuir com a cidade, como um presente pelos 403 anos de São Luís", finalizou Colombo.
Ocultar mensagem original

O festival também acontecerá na região tocantina, nos dias 9 e 10 de setembro, no auditório da Universidade Federal do Maranhão, em Imperatriz. A programação dos 403 anos de São Luís prossegue até o dia 12 de setembro, com shows musicais, apresentações culturais e festivais de arte urbana, em diversos pontos da cidade. A programação completa será anunciada nesta sexta-feira (4), no auditório Reis Perdigão, no Palácio de La Raverdière, sede da Prefeitura de São Luís.

Confira a programação completa do Festival Avanca - São Luís

2 de setembro, 17h - Acabo de ter um sonho, Espanha, ficção, 7 min; Deus providenciará, Portugal, ficção, 15 min; Tons de cinzento, Rússia, animação, 6 min; Rapaz de olhos azuis, Irã, ficção, 18 min; Foi o fio, Portugal, animação, 5 min; Ele e ela, Cazaquistão, ficção, 6 min; Caçador de borboletas, Taiwan, animação, 18 min.

2 de setembro, 19h - Miragem, Portugal, ficção, 10 min; O imortalizador, Chipre, ficção, 21 min; Depois da guerra... antes da guerra..., República Tcheca/Rússia, 45 min.

3 de setembro, 17h - Noturna, Portugal, ficção, 5 min; O homem que não sabia muito, França, ficção, 20 min; Ar, México, ficção, 4 min; Artista de rua, Jordânia, animação, 7 min; Stavanger, Alemanha, ficção, 38 min.

3 de setembro, 19h - Pecado Fatal, Portugal, ficção, 90 min.

Turma do arrastão na prisão

Uma ação do serviço de inteligência do Batalhão de Choque e do 8º Batalhão de Polícia Militar (8º BPM) culminou, na manhã desta terça-feira (1º), na localização e prisão de três suspeitos de participarem de assalto a restaurante no bairro do Vinhais, fato registrado à noite do último sábado (29). Para a Polícia Militar, o crime foi cometido por Matheus Trindade Dias, de 19 anos, morador da Avenida Moisés Cutrim, na Vila Conceição; Lycon Keoma Pinheiro Costa, de 23 anos, residente na Rua Nova Jerusalém, e Ronilson Roberto Cardoso, de 25, ambos moradores do Alto do Calhau.



O trio também é apontado como autor de diversos assaltos na região metropolitana.


Só no último sábado, além do restaurante no bairro do Vinhais, os três suspeitos também teriam assaltado uma lanchonete localizada na mesma região. Dois comparsas do trio, identificados como Clemilson Pires, o “Crek”, e Thiago Dias, o “Parentinho”, estão sendo procurados pela polícia também como suspeitos de práticas criminosas.



Durante a prisão, os policiais militares recuperaram a arma do policial militar roubada no assalto de sábado, e ainda diversos pertences roubados nos dois assaltos, entre eles, aparelhos celulares e dinheiro; mais duas máscaras que, de acordo com a polícia, eram utilizadas nos assaltos.




O trio foi encaminhado para a Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), onde foram autuados no Artigo 157 - subtrair coisa móvel alheia, para si ou para outrem, mediante grave ameaça ou violência a pessoa.



Casos de violência debatidos na Assembleia Legislativa do Maranhão

Deputado Wellington lamenta casos de violência no Estado

O deputado Wellington do Curso (PPS), vice-presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa, utilizou a tribuna, na manhã desta terça-feira (1°), para relatar os casos de violência que vêm aterrorizando os maranhenses. 


Ao citar o caso de José Alberto Pereira, vítima de sequestro na porta de casa, na noite do último domingo (30), e a agressão  contra uma adolescente, o parlamentar
solicitou maior atenção do Governo do Estado à Seguranca Pública, além de reafirmar sua independência no parlamento maranhense. 

"A observação que eu faço é enquanto deputado que é da base, mas que tem a sensibilidade para fazer críticas ao sistema, objetivando melhorias e a luta por  condições dignas aos maranhenses. Enquanto Legislativo, faço três observações do final de semana: primeiro, o relato do senhor José Alberto Pereira, que foi sequestrado na porta de sua casa; segundo, o relato da vítima, que foi colocado dentro do carro por dois marginais e implorou que não retirassem a sua vida, além de comunicar que ele havia feito uma cirurgia; terceiro, um vídeo divulgado nas redes sociais que mostra uma adolescente sendo espancada. Eu chamo a atenção da Secretaria Pública de Segurança do Estado do Maranhão e do governador Flávio Dino para que tenhamos a sensibilidade de compreender que nós temos uma deficiência na Segurança Pública do Estado do Maranhão e que tenhamos efetivamente um policiamento mais ostensivo em todo o Estado, especialmente na região metropolitana de São Luís", ressaltou. 

Na oportunidade, Wellington também destacou o compromisso que os parlamentares devem ter, não só com aqueles que os elegeram, mas com todos os maranhenses, principalmente com as minorias.

"Nós não podemos nos calar e nem deixar passar despercebidos os acontecimentos que vêm atormentando os maranhenses. Nós, enquanto autoridades e poderes constituídos, precisamos fazer algo, denunciar e ser a 'voz' das minorias. Eu tenho chamado atenção dos nobres parlamentares da Assembleia Legislativa que nós não precisamos voltar às ruas daqui a quatro anos somente para pedir votos. Não podemos fugir das nossas responsabilidades. Fomos eleitos para representar o povo maranhense e a Segurança Pública também é nossa responsabilidade", desabafou.

O deputado encaminhou, ainda, a cópia do vídeo de agressão contra a adolescente para a Delegacia de Proteção à Criança e Adolescente (DPCA), Secretaria de Segurança Pública do Estado, Secretaria de Direitos Humanos e Ministério Público, através da Promotoria da Criança e Adolescente, para que possam identificar os culpados e tomar as medidas cabíveis.

Missão pedagógica no parlamento

Professora da rede municipal representará São Luís em programa da Câmara Federal
A professora Kenia Machado Maia, 38 anos, representará São Luís na 5ª edição do programa Missão Pedagógica no Parlamento. Aprovada em uma seleção promovida pela Câmara Federal com professores de todo o Brasil, a professora, que atende a estudantes com deficiência na sala de recursos da Unidade de Educação Básica (U.E.B.) Zebina Eugênia Costa (Tibirizinho), participará de uma formação em Brasília com outros 54 educadores de todo o país. A programação iniciou nesta segunda-feira (31) e prossegue até o dia 4 de setembro.

De iniciativa do Poder Legislativo, o programa Missão Pedagógica no Parlamento tem como objetivo contribuir para a valorização da escola como espaço privilegiado para a vivência de experiência e valores democráticos, bem como criar uma rede nacional de professores sensibilizados para a importância de inserir a educação para a democracia nas práticas pedagógicas das escolas brasileiras. Além de Kenia, também foi selecionada, no Maranhão, a professora Elana Cardoso de Abreu, da cidade de Estreito, a cerca de 800km de São Luís.

O secretário municipal de Educação, Geraldo Castro Sobrinho, parabenizou a professora pelo desempenho e desejou sucesso na atividade. "Em nome do prefeito Edivaldo Holanda Júnior, parabenizou a professora Kenia pelo desempenho no processo seletivo e desejo que os dias de formação sejam frutíferos. Ter professores da nossa rede municipal participando de programas em nível nacional é algo que muito nos orgulha e é um elemento sinalizador da qualidade e da dedicação dos nossos educadores", destacou o secretário de Educação.

RESPONSABILIDADE
O Programa é dividido em três etapas. A primeira é a inscrição e a análise de currículos com comprovação de projetos desenvolvidos na escola. Os educadores selecionados nesta etapa participam de um curso na plataforma virtual do programa. Aqueles que tiverem melhor desempenho no curso participam da capacitação que acontece em Brasília.

A terceira e última etapa será a aplicação do projeto na escola. Ao final do programa, os participantes são certificados pelo Centro de Formação, Treinamento e Desenvolvimento da Câmara dos Deputados.

Para Kenia, a aprovação para participar da capacitação em nível nacional trouxe alegria e ao mesmo tempo sensação de responsabilidade. "Fiquei muito orgulhosa por conseguir a vaga, mas também senti o peso da responsabilidade, pois na seleção havia vários professores muito capacitados, alguns até com doutorado. Espero poder representar muito bem o meu estado e minha escola", disse Kenia.

Formada em Filosofia e com especialização na área de Educação Especial, Kenia tem experiência de mais de dez anos na rede municipal de ensino. No início da carreira, ela não imaginava que tivesse habilidades para trabalhar com estudantes com deficiência - concepção que ela mudou a partir do trabalho na sala de recursos. "Como educadora, busco desenvolver a autonomia das crianças, deixar a família e os meninos mais confiantes e independentes. Trabalhar com eles melhorou minha visão e minhas atitudes com relação à deficiência, percebendo todos como cidadãos que devem ter oportunidades iguais", pontuou Kenia.

A gestora da U.E.B. Zebina Eugênia Costa, Maria Francisca Moraes de Araújo, também comemorou a conquista da professora. "Foi com grande alegria que recebemos a notícia da aprovação da professora Kenia Maia para o curso. Nos sentimos representando a rede municipal neste programa e somos muito gratos por isso. Na volta, a professora vai aplicar os conhecimentos adquiridos e compartilhar as experiências com os estudantes e com os colegas educadores, ajudando a melhorar as regras de convivência e de cidadania em nossa unidade de ensino", comemorou a gestora.

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Coluna Extragado

Por Danilo Quixaba


Viatura velha
Falta sorte para muitas coisas em Paço do Lumiar. Fugindo daquelas chiadeiras habituais, um ladrão conseguiu reivindicar da melhor forma a falta de condição absoluta da estrutura pública da cidade-sede da bandalheira. Em abordagem policial, um malaco se recusou a entrar em uma viatura velha, toda acabada. Mesmo algemado, berrou e botou boneco pra entrar no carro, que segundo um funcionário da delegacia de lá, parecia um Ford Del Rei velho, todo escroteado. O Governo do Estado, as instituições públicas de direitos humanos e as primeiras-damas precisam resolver esse drama! Duvido se algum marginal vai querer se enfiar em um Uema-Ipase da vida. O mesmo aconteceu com o Francisco das Chagas, aquela celebridade maranhense do caso dos meninos emasculados; À época, se recusou a entrar em uma Chevrolet Blazer que não tinha ar condicionado.

E falando em Chico…
Por mais que tenha sido bem resolvido pela justiça e devidamente divulgado pela imprensa internacional, ainda existem algumas arestas com relação ao que era feito com os testítulos dos meninos que foram violados por Francisco das Chagas. Se eram feitos rituais de magia negra com os órgãos extirpados, quem os utilizava? Ainda é feito esse tipo de ato religioso pelo Maranhão? Outro fato em aberto desde os anos idos de choque com a ruma de crianças emasculadas, é o do torneiro mecânico que ficou anos preso injustamente por causa dos crimes que por muito tempo, foram atribuídos a ele. No último contato tido, nada havia sido feito por ele, somente sua liberação repentina. A situação deste senhor é de desemprego e desamparo.

Casos que fedem a peixe podre
O nome da cidade é Raposa. Mas o negócio lá é peixe mesmo. Colônias de pescadores servem de máfia naquele lugar e outras cidades - algumas até que só tem água de poço. O ex-presidente da colônia raposense Edilberto Freitas faz denúncias graves sobre a forma com a qual foi tirado. Na reunião que lhe afastou, até um morto votou. Em mãos, prova isto com uma certidão de óbito de 2004, indicando apenas uma das fraudes. Andréa Sayre Gonçalves Coutinho, sua sucessora, é empresária, nunca pegou em uma tarrafa. Além disso, recebe seguro de uma localidade distante, no município de Tutóia, alegando ser analfabeta. É empresária e tem um perfil no Facebook, mostrado também em print screen guardado por Edilberto. Pra piorar, já exerceu a função de professora na prefeitura de Paço do Lumiar. É muita enrolada pra uma indivídua só. O povo de lá duvida até que ela saiba nadar. Talvez alguns peixes grandes a protejam. Enquanto isso, os pescadores de Raposa continuam sobrevivendo só com as sobras de piaba.

Vereador Babão: representando a puxação
Candidato salivante
Pelas bandas do Maioba, a campanha já começou para o vereador Babão. Sua publicidade já foi feita em um muro próximo ao Porto. Se propõe a representar a classe de maior número existente nos poderes e instituições do Maranhão, Brasil e América Latina: a dos puxadores de saco.   
Câmara de insurgentes
Enquanto alguns vereadores dormem, seus funcionários e asssesores se mexem causando moídos por aí. Na invasão do CT do Sampaio, a líder dos ocupanres que organiza a parte documental é do cerimonial da Câmara Municipal. Na interdição da BR-135 que aconteceu na quinta (27), também liderava uma outra servidora do legislativo municipal. Concorrência pai d'égua, ocorrida pela desinformação, ou, a mando dos mesmos.

Trepa das juçaras

A menos de um mês de começar pelo período tradicional, a “Festa da Juçara” não tem nada pronto ainda. Nem mesmo vontade de reclamar por parte de alguns barraqueiros. A área ambiental do Maracanã está abandonada, e a estrutura da praça de eventos não é das melhores, estando desocupada e abandonada. Falta tesão e vontade do poder público – em todas as esferas – para que não morra este acontecimento cultural e gastronômico depois de 46 anos.

Preso pela PF candidato que tentou fraudar concurso do TRE

Policiais federais prenderam por volta das 8:30h da manhã desse domingo(30 de agosto), um candidato ao cargo de técnico administrativo do concurso público para o Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão.

Após denúncia anônima, investigadores da PF, que realizavam o policiamento ostensivo em um dos locais de realização das provas se dirigiram até a sala onde se encontrava o candidato e solicitaram à coordenação do concurso uma revista pessoal com o uso de detector de metais, momento em que foram encontrados no corpo de um concorrente,  três transmissores afixados com esparadrapo, um ponto eletrônico dentro de seu ouvido e dois aparelhos celulares.

O candidato que não teve o nome revelado, foi preso, encaminhado para a sede da Superintendência Regional da Polícia Federal no bairro da Cohama em São Luís, onde foi autuado em flagrante pelo Delegado de plantão,   responderá pela tentativa de fraude a concurso público (art. 311-A e art. 14, II do Código Penal Brasileiro). Fonte: Comunicação Social da Polícia Federal no Maranhão

sábado, 29 de agosto de 2015

Em Lago da Pedra: Vereador quer aumentar o próprio salário..que tal?

Repercute muito no município de Lago da Pedra, interior maranhense, uma reivindicação do Vereador que responde pela Presidência da Câmara Municipal. Em Documento encaminhado ao Poder Executivo, o Vereador pede um aumento salarial que  vai beneficiar todos os representantes da casa legislativa.  O caso foi denunciado pelo Blogueiro Miguel Neto. 


No texto que publicamos na íntegra, Miguel Neto crítica a atitude do Vereador Presidente em Exercício da Câmara de Lago da Pedra. Leia..


"Pouco a pouco, a oposição de Lago da Pedra vai mostrando as garras. ..Perdão mostrando as caras! 

Nessa semana, o vereador Moisés do Lago Preto (PDT), Presidente da câmara em exercício, enviou ofício à Prefeitura solicitando aumento salarial aos vereadores. Não, você não leu errado! Aquele mesmo Moisés que se diz homem do campo e lavrador de origem humilde está achando pouco o alto salário de R$ 5.000 (cinco mil reais).

Pelo visto o poder subiu à cabeça do vereador, que vive em farras regadas a cerveja e Whisky dos bons com os colegas da oposição em sua bela propriedade. Pois é, meus amigos, enquanto a maioria dos trabalhadores brasileiros dá duro no batente  para ganhar um mísero salário no final do mês,  o vereador Moisés, que só trabalha uma vez por semana, está achando pouco os seus quase 7 salários e  quer aumentá-lo às custas do povo trabalhador de Lago da Pedra! Absurdo!!!!"

Todos por São Luís na Ilhinha

O programa tem despertado cada vez mais interesse das comunidades

O prefeito Edivaldo disse neste sábado (29), durante a realização da décima quinta edição do Programa Todos por São Luís, no bairro da Ilhinha, que não está medindo esforços para atender aos pedidos de aproximação dos serviços públicos da administração municipal que o programa propicia. Todos os serviços oferecidos são gratuitos.

"O programa tem despertado cada vez mais interesse das comunidades. Muitos líderes comunitários têm nos procurados para que seus bairros sejam incluídos no plano de execução do programa Todos por São Luís", disse o prefeito. Para Edivaldo, o sucesso do programa ratifica a intenção de aproximar a administração do cidadão, principal objetivo do Todos por São Luís.

Desta vez os serviços que são oferecidos no dia de culminância do programa, sempre aos sábados, se concentraram na U.E.B. Criança Feliz, localizada na avenida Ferreira Gullar, no bairro da Ilhinha. Segundo os organizadores do programa, populações de pelo menos 14 bairros buscaram algum tipo de serviço que o programa oferece. Entre os beneficiados estão moradores dos bairros da Ilhinha, São Francisco, Portelinha, Residencial Ana Jansen, Buriti, Jaracati, Ponta D´Areia, Lagoa da Jansen, Renascença, Morro, Vila Maruim, Conjunto Base e Conjunto São Francisco.

Como nas edições anteriores, centenas de pessoas modificaram a rotina do sábado para buscar serviços. Mais uma vez se confirmou que a maioria do público presente no evento que aglutina todas as secretarias da administração municipal é de mulheres de todas as faixas etárias. A moradora da rua da União, Keissy Diane, 26 anos, recepcionista, levou os filhos Isadora e Paulo Lucca para tirar a primeira carteira de identidade. "Essa é uma oportunidade que temos de ter os serviços de maneira mais fácil", disse a moradora.

Na avaliação da primeira-dama do município, Camila Braga, que coordena o programa, o retorno da população atendida pelo programa tem superado as perspectivas, consolidando cada vez mais a iniciativa do prefeito. O programa foi idealizado pela Secretaria Municipal de Comunicação (Secom). "Tem sido bastante positivo. Tanto é que tivemos que ampliar o calendário, adotando ações semanais para que possamos dar resposta à população que tem nos procurado com frequência cada vez maior. Esse é um sinal de sucesso", disse Camila.

Como nas edições anteriores, centenas de pessoas modificaram a rotina do sábado para buscar serviços

Na unidade móvel de atendimento da Fundação Jorge Dino do Hospital Aldenora Belo a média de atendimento tem se mantido desde a primeira participação no programa. Segundo a enfermeira Larissa, entre 15 e 20 mulheres foram atendidas para realização de exames ginecológicos nos dois sábados que a unidade participou do Todos por São Luís. "Após o atendimento estamos encaminhando o paciente para receber o resultado do Aldenora Belo. Contamos com o apoio da Secretaria Municipal de Saúde para dar toda a cobertura aos atendimentos das pacientes quando é detectado algum tipo de necessidade de tratamento", disse Larissa.

O programa Todos por São Luís tem uma frequência cíclica. Logo que se encerra no sábado em uma comunidade, na segunda-feira, a ações são retomadas em outro local com oferecimento de oficinas, palestras, etc. Conforme tem avançado, o programa vem conquistando novos parceiros. Inicialmente contando apenas com o Governo do Estado e Fiema, na 15ª edição contou com a participação da Natura e Jaffa, empresas fabricantes de produtos de embelezamento.

DIÁLOGO

Na noite de sexta-feira (28) o prefeito Edivaldo, acompanhado da equipe de governo e do vereador Osmar Filho, líder de governo na Câmara de São Luís, foram até a U.E.B. Monsenhor, no bairro da Ilhinha, para participar de mais edição da "Mesa de diálogo com o prefeito". Durante o encontro, o prefeito expôs as consequências da crise financeiras no orçamento municipal. Segundo relatou Edivaldo, a queda nos repasses constitucionais e de outras fontes têm mantido a curva para baixo. O corte, de acordo com informação do prefeito, foi de R$ 6 milhões.

Os líderes comunitários Ferreira Filho, Sérgio da Igreja, José Muniz, Luis Carlos Gomes encaminharam uma relação de demandas levantadas junto à população durante a semana. Eles encaminharam as solicitações ao prefeito através de documento. "Vamos atender as solicitações dentro da seleção de prioridade e de acordo com a realidade orçamentária", prometeu o prefeito.


sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Sexta-feira com grana na conta

 Nesta sexta-feira (28 de agosto), 
a Prefeitura de São Luís informa que o pagamento dos salários referentes ao mês em vigor já está disponível nas contas dos servidores.

Os funcionários podem ter acesso às informações dos vencimentos em todos os terminais de atendimento do Banco do Brasil, por meio do contracheque eletrônico.


Traficante morre em confronto com policiais militares

O confronto foi na zona rural de São Luus. No fim da tarde, o Governo  do Estado por meio nota tratou do assunto. Leia na íntegra..

" Traficante Melkzedeque Oliveira dos Santos, conhecido como Melk, foi morto no fim da manhã desta quinta-feira (27) em confronto com a polícia no Mangue Seco, na região de Pedrinhas.  Tudo começou quando por voltas das 11h30, na BR 135, Melkzedeque  avistou uma barreira policial de uma operação conjunta da Polícia Militar, Polícia Rodoviária Federal e Polícia Civil.

 

Ao avistar a barreira, Melkzedeque, que estava num carro Golf, vermelho, retornou na contramão de direção, momento em que foi abordado por uma equipe do choque e revidou atirando contra os policiais, empreendendo fuga. Após diligencias, o Serviço de Inteligência da PMMA localizou o veículo no bairro Mangue Seco, onde Melk, como é conhecido, novamente atirou contra os policiais que revidaram, vindo a óbito. Com Melk, estava Leilson Marques da Luz, 19 anos, preso. Um terceiro conhecido por Adê que dirigia o Golf, vermelho de placas MNR 3444, conseguiu fugir, mesmo baleado. Melk, ainda foi levado ao Hospital Dr. Clementino Moura.

 

Segundo o coronel Egídio, do Comando de Policiamento da Área Metropolitana 3 (CPAM 3), além de ser conhecido por provocar o terror dos moradores da Vila Colier, Melk também é apontado como um dos principais suspeito de ter matado a tiros o adolescente Jeferson Sousa, de 16 anos, nas proximidades da escola onde estudava, a Unidade Escolar Básica José Gonçalves do Amaral Raposo, em Pedrinhas, na noite de quarta-feira (19).

 

Na ocasião ocorrida semana passada, a guarnição da Polícia Militar ficou sabendo do fato por meio do Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops) e ao chegar ao local encontrou o corpo da vítima caído em via pública com uma marca de bala no tórax. Os militares receberam a informação de moradores que o adolescente tinha sido baleado pelo fato de ser parecido fisicamente com um traficante, identificado apenas como Macaquice, e o principal autor do disparo seria o Melk. O adolescente era morador da Vila Cabral e estaria indo a escola.

 

Melk, considerado de altíssima periculosidade, foi recapturado por policiais militares em abril de 2014, quando estava na condição de foragido e cumpria  pena no Complexo Penitenciário de Pedrinhas pelo crime de roubo. Além dessa prática criminosa, era apontado como integrante de uma facção criminosa, envolvida com tráfico de drogas, homicídios e assaltos. Melkzedeque foi beneficiado pelo indulto de Natal e não  teria retornado a penitenciária, e desde então era procurado pela polícia.

 

Já em junho de 2014, fugiu da penitenciária de Pedrinhas e desde então estava foragido".

Só sobre matemática

Professores da rede municipal recebem formação para incentivar o aprendizado da Matemática
Professores de matemática do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental participaram nesta quinta -feira (27) de uma capacitação que visa estimular o interesse pela matemática e potencializar o aprendizado. O projeto de formação para professores "O Círculo da Matemática do Brasil" é desenvolvido pelo instituto Tim em parceria com o governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), e com a Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed).

A atividade aconteceu no auditório da Procuradoria Geral de Justiça do Maranhão (PGJ-MA) e contou com a presença do secretário de estado de Ciência, Tecnologia e Inovação, Bira do Pindaré, e do secretário municipal de Educação, Geraldo Castro Sobrinho.

O titular da Semed destacou que a formação é uma das atividades da parceria entre governo do Maranhão e Prefeitura de São Luís. "Esta atividade que estamos realizando hoje é prova concreta do esforço do governo do Maranhão para que os municípios tenham acesso à ciência e os educadores, acesso à formação. Agradeço em nome do prefeito Edivaldo Holanda Júnior e dos meus colegas professores. Tenho certeza que a dedicação e empenho dos nossos professores são fatores que movem esta rede municipal", disse Geraldo Castro.


O secretário de Educação lembrou ainda que está em curso até esta sexta-feira (28) a oficina de elaboração de itens da Prova Brasil, voltada para professores de Língua Portuguesa e Matemática do 5º e 9º ano do Ensino Fundamental.

O gestor da Secti, Bira do Pindaré, destacou que a matemática é uma estratégia no desenvolvimento da educação. "A matemática pode melhorar vidas. Espero que essa formação contribua com os educadores no sentido de conservar, nas crianças, o mesmo interesse e curiosidade que elas demonstravam pela Matemática na idade pré-escolar", disse Bira.

PROJETO
O projeto, iniciado em 2013 pelo Instituto Tim, tem foco em crianças de 6 a 10 anos. Os educadores-formadores do Círculo da Matemática forneceram alguns princípios pedagógicos e instrumentos que podem ser utilizados na sala de aula. Os professores que participaram da formação receberão acompanhamento através de uma Central de Relacionamento, que orientará sobre o uso dos materiais didáticos ofertados pelo projeto e a abordagem pedagógica. O projeto prevê ainda a disponibilização de recursos online, incluindo uma videoteca didática.

"A bailarina na linha dos números, o relógio, as máquinas de funções fazem parte da nossa formação e serão apresentados hoje para somar nas atividades já desenvolvidas por eles", explicou Viviane Beatriz Hummes, educadora-formadora do projeto.

Com experiência de 6 anos na rede municipal, a professora da Unidade de Educação Básica (U.E.B) Anjo da Guarda, Euda Bezerra da Silva Ferreira, disse que essa metodologia aplicada pelo curso vai auxiliar para dinamizar as aulas de matemática. "As crianças veem a matemática como uma matéria muito difícil. Acrescentar o lúdico vai incentivar o gosto pela disciplina, além de melhorar o desempenho dos alunos e a autoestima", comentou a professora do 1º ano do Ensino Fundamental.

Para o gestor da U.E.B Piancó, José Maria Alves de Sousa, a ideia é que os resultados sejam notados nas avaliações dos estudantes. "A formação é um suporte para nossos professores. Serão novas técnicas para eles usarem com as crianças. Com o trabalho mais dinâmico e participativo, os estudantes vão aprender mais rápido, colaborando para a elevação educacional das nossas escolas," disse José Maria.

Com foco nos primeiros anos do ensino fundamental, O Círculo da Matemática do Brasil traz ao país a abordagem The Math Circle, criada pelos professores da Universidade de Harvard Robert e Ellen Kaplan. Seu ponto forte é a concepção pedagógica, segundo a qual a participação e reflexão dos alunos são essenciais para a construção do conhecimento matemático. A avaliação de impacto mostrou que as crianças participantes em 2014 melhoraram suas competências matemáticas em 7,3% em média.

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

FETAEMA repudia morte de líder camponês

A Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura do Estado do Maranhão se solidariza com a família do trabalhador rural e presidente da associação de lavradores RAIMUNDO SANTOS RODRIGUES, liderança camponesa assassinada no dia 25.08.2015, em decorrência de conflito agrário localizado na comunidade Brejinho do Onça, município de Bom Jardim-MA. Além do assassinato, sua esposa, MARIA DA CONCEIÇÃO CHAVES LIMA, delegada sindical,  também foi baleada, mas sobreviveu aos disparos de arma de fogo. 

O conflito perdura há mais de 5 anos, na região da Reserva Biológica do Gurupi, oeste do Maranhão, e madeireiros e criadores de gado bovino, além de devastarem o que restou da Amazônia maranhense, tentam expulsar, por meio de força bruta e ações judiciais, as famílias da localidade Brejinho do Onça. Ressaltamos que em 2014, o Poder Judiciário do Maranhão determinou a expulsão das famílias da localidade, despejo que foi revertido por meio de recurso judicial.

Conclamamos que as autoridades constituídas, especialmente o Governo do Maranhão, o Poder Judiciário e o Ministério Público Estadual garantam as investigações do crime e a prisão do culpados. 

São Luís, 26 de agosto de 2015

FRANCISCO DE JESUS SILVA

PRESIDENTE DA FETAEMA

Investigação contra Prefeita de Bom Jardim não é a única

MPMA ajuizou 100 ações penais contra prefeitos em três anos

 O Ministério Público do Maranhão atingiu, nos últimos três anos, a marca de 100 ações penais propostas contra prefeitos maranhenses, junto ao Tribunal de Justiça do Maranhão. A informação é da Assessoria Especial da Procuradoria Geral de Justiça.

As ações correm na segunda instância do Judiciário estadual porque os prefeitos têm prerrogativa de foro, quando se trata de crimes.

Além disso, os prefeitos também estão sujeitos a responder, no âmbito das comarcas do interior e da capital, a ações de improbidade administrativa, que são propostas pelos promotores de justiça perante o juiz de primeiro grau, e podem acarretar a perda do cargo, pagamento de multas e reparação do dano, além da inelegibilidade.

Recentemente, decisões proferidas em ações civis públicas resultaram no afastamento de prefeitos de seus cargos.

Entre os exemplos mais emblemáticos, estão os processos que envolvem os prefeitos de Pedreiras, Totonho Chicote, e Anajatuba, Helder Aragão. Em ambos os casos, os gestores foram afastados a pedido do Ministério Público, pelo juiz.

Entretanto, posteriormente, o Tribunal de Justiça determinou o retorno dos dois a seus cargos. Eles também foram denunciados no próprio Tribunal, pela prática de infrações penais.

Diante das recentes decisões do TJ, o Ministério Público irá recorrer, novamente, visando ao afastamento dos prefeitos.

PEDREIRAS

O prefeito de Pedreiras, Totonho Chicote, foi afastado do cargo, no dia 24 de julho. O Ministério Público sustenta que houve irregularidades em processos licitatórios realizados pela Prefeitura de Pedreiras, no ano de 2013.

As investigações do MPMA identificaram que a Prefeitura de Pedreiras realizou compras de forma irregular, sem licitação ou pagando valores superfaturados.

ANAJATUBA

Já o prefeito Helder Aragão teve seu afastamento determinado pela Justiça por enriquecimento ilícito, decorrente de fraudes em licitações ou dispensas e inexigibilidades ilegais. O Ministério Público argumenta que Aragão integra organização criminosa, composta por outras 26 pessoas, com atuação no Município de Anajatuba e em outras cidades.

De acordo com as investigações, do esquema criminoso participavam empresários, "sócios-laranjas" e operadores, que desviaram cerca de R$ 14 milhões dos cofres públicos de Anajatuba.

BOM JARDIM

Atualmente, com prisão preventiva decretada, a prefeita de Bom Jardim, Lidiane Leite, eleita em 2012, já foi alvo de quatro ações civis públicas por improbidade administrativa. Uma delas resultou no afastamento da gestora, em dezembro de 2014, devido ao descumprimento de ordens judiciais relativas à regularização das aulas na educação infantil e fundamental, fornecimento de merenda e transporte escolar, motivadas pelas ações ajuizadas pelo Ministério Público.

Outra Ação Civil da Promotoria de Justiça de Bom Jardim foi motivada pela redução injustificada dos vencimentos dos professores da rede municipal no mês de outubro de 2014.

Em julho deste ano, em parceria com a Superintendência Estadual de Investigações Criminais, o Ministério Público realizou uma operação de busca e apreensão na sede da Prefeitura de Bom Jardim e na casa da prefeita, Lidiane Leite da Silva.

O objetivo da operação foi apreender documentos que pudessem comprovar fraudes em licitações, contratos de sublocação e a atuação de empresas fantasmas nos processos licitatórios do ano de 2014.

Fonte: CCOM-MPMA